Clique e assine com até 75% de desconto

Por que o pentagrama invertido é o símbolo da magia negra?

Ao longo dos séculos, símbolo foi associado a culturas antigas, à alquimia, ao cristianismo medieval, à Igreja de Satã e até aos Illuminati!

Por Leandro Saioneti Atualizado em 14 fev 2020, 17h30 - Publicado em 21 dez 2017, 15h51
Reprodução/Mundo Estranho

Origem incerta
Não há registros que comprovem o surgimento do símbolo invertido, mas é certo que ele fazia parte de culturas antigas, como a grega e a babilônica. No teto dos templos egípcios, por exemplo, a estrela com cinco pontas amarelas era desenhada em um fundo azul e representava a deusa Nut, Mãe dos Céus

Representação pagã
Na alquimia medieval, o pentagrama ao contrário significava a inserção do ser humano no microcosmo. Como símbolo de proteção e magia, foi adotado pelo neopaganismo para representar suas religiões – igual à cruz para o cristianismo; e à Estrela de David, que caracteriza o judaísmo

Pontas fortes
Para as religiões pagãs, elas lembram os cinco elementos: água, fogo, terra, ar e éter (este último seria o espírito). Era comum na Antiguidade e no período renascentista associarem as pontas da estrela aos braços, pernas e cabeça do ser humano. Isso faz lembrar um tal Homem Vitruviano…

Anticristo
Para os cristãos medievais, o pentagrama refletia as cinco chagas de Cristo. Foi questão de tempo associarem o símbolo invertido à cruz ao contrário (do anticristo). Mas a estrela também poderia estar ligada a Pedro. Apóstolo e primeiro líder da Igreja, ele teria sido crucificado de cabeça para baixo por não se achar digno de morrer como Jesus

  • Letras ocultas
    A primeira imagem de Baphomet, entidade do ocultismo, era circunscrita em um pentagrama invertido. O registro é de 1897 e consta no livro A Chave da Magia Negra. O símbolo é a marca registrada da igreja de Satã, fundada pelo americano Anton Lavey, em 1966. As letras ao redor da imagem são de origem hebraica e formam a palavra “Leviatã”

    Projeto do demônio
    Teorias da conspiração ligam o pentagrama aos Illuminati. A prova seria o projeto do arquiteto (e maçom) Pierre Charles L’Enfant para Washington, que criou o projeto a pedido do então presidente George Washington, em 1791. A planta do distrito teria o formato da estrela invertida. E os Illuminati, que tinham ligações maçônicas, logo foram acusados de culto ao demônio

    Continua após a publicidade

    Pentáculo
    A estrela de cinco pontas em um círculo é uma variação do pentagrama e era comum em culturas antigas. Em religiões neopagãs é utilizado como símbolo de proteção. No satanismo, representa a gratificação terrestre ou o triunfo do indivíduo

    Força da geometria
    Na ciência, até Pitágoras teria estudado o símbolo. A estrela ficou conhecida como “proporção áurea”, que tem traços perfeitos formando figuras regulares. Na astronomia, estudiosos descobriram que Vênus traça um pentagrama quando desenvolve uma órbita em torno do Sol

    Formas místicas

    Além do pentagrama, outros ícones são associados à magia e à proteção

    Reprodução/Mundo Estranho

    Cruz Ansata – Simboliza vida eterna no Egito
    Olho de Hórus – Significa poder e proteção contra o mal na cultura egípcia
    Triquetra – Para os celtas, representam primavera, inverno e verão. No cristianismo, é a Santíssima Trindade

    CONSULTORIA Fábio Stern, mestre em ciência da religião

    FONTES Sites Symbol Dictionary, Ancient Symbols, Dicionário de Símbolos, Church of Satan e SUPERINTERESSANTE

    Continua após a publicidade
    Publicidade