Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Quais são as principais técnicas de espionagem industrial?

Espiões especializados em roubar segredos de empresas têm técnicas diversas - das sutis até as mais violentas

Por Marcelo Testoni
Atualizado em 22 fev 2024, 10h22 - Publicado em 9 set 2016, 20h04

 

ILUSTRA Victor Beuren

 

ESTA MATÉRIA INTEGRA A REPORTAGEM DE CAPA ESPIONAGEM INDUSTRIAL. CONFIRA AS OUTRAS PARTES:

– Como foi o caso de espionagem industrial entre Coca-Cola e Pepsi?

– Como foi o caso de espionagem industrial entre Microsoft e Oracle?

– Como foi o caso de espionagem industrial dos EUA na Petrobras?

– 13 casos de espionagem entre marcas que você conhece

– Como foi o caso de espionagem industrial entre Globo e Record?

Quais as melhores técnicas contra a espionagem industrial?

 

 

Vigilância discreta

O espião persegue um funcionário-alvo até conseguir flagrar algum podre (como flagrantes sexuais ou uso de drogas), para chantageá-lo em troca de informações.

Continua após a publicidade

 

Sequestro-relâmpago

Treinado(a) pelo espião, uma garota ou rapaz de programa atrai o empregado para uma emboscada. Com intuito de extorsão, a pessoa é ameaçada ou torturada.

 

 

Engenharia social

Se o funcionário-vítima for tímido, o agente simula simpatia e afeição até consolidar uma falsa amizade que estimule desabafos sobre a empresa. É um golpe a longo prazo.

Continua após a publicidade

 

me-espionagem2-3

Infiltração

Um olheiro é instalado pela concorrência por meio de um programa de trainee, estágio ou simples admissão. Ele se entrosa com a equipe até obter os dados necessários.

 

Cooptação

Quando não é possível infiltrar um espião, utiliza-se um colaborador. Por exemplo, um acadêmico, para realizar pesquisas sobre a empresa e consultar seus arquivos.

Continua após a publicidade

 

Recrutamento operacional

Aplicado quando a infiltração e a cooptação são inviáveis. O jeito é convencer um funcionário a trair a companhia, com a promessa de uma pomposa recompensa.

 

me-espionagem2-4

Introdução de softwares

Em 2012, a fornecedora de antivírus Symantec calculou que ataques de hackers a empresas causaram um prejuízo global de US$ 113 bilhões.

Continua após a publicidade

 

+ O Brasil possui um serviço secreto?

+ Como é a academia que forma os agentes do FBI?

 

Grampo telefônico

Só é bem-sucedido com o auxílio de um técnico de telefonia. Fiel ao espião, ele irá decodificar o que de fato presta em meio a todo o conteúdo captado.

 

Escuta ambiental

Coisa de cinema: disfarçado, o espião visita a empresa e, num momento de distração dos anfitriões, esconde dispositivos que transmitem áudio e vídeo em tempo real.

Continua após a publicidade

 

CONSULTORIA Eugênio Moretzsohn, ex-integrante da Inteligência das Forças Armadas, palestrante e consultor de práticas de segurança para empresas, e Instituto Euvaldo Lodi: Gerência Executiva de Competitividade Empresarial

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.