Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Quais são os híbridos mais estranhos já criados?

Entre os mais bizarros estão: ligre, zebralo, urso grolar e wholphin.

Por Julia Moioli Atualizado em 14 fev 2020, 17h53 - Publicado em 27 jan 2011, 19h12

Entre os mais bizarros estão: ligre, zebralo, urso grolar e wholphin. Segundo pesquisadores, cerca de 10% das espécies de animais podem cruzar com outras espécies. A mistura pode acontecer naturalmente ou ser estimulada pelo homem. “A maioria dos híbridos foi criada em cativeiro, ainda que por diversas vezes de forma acidental”, afirma o biólogo Roberto do Val Vilela, do setor de mamíferos da Fundação Parque Zoológico de São Paulo. A criação de híbridos é questionada e, muitas vezes, considerada antiética. “São animais sem valor do ponto de visa conservacionista. Eles ocupam recintos que poderiam ser dispensados a espécies ameaçadas de extinção”, diz o veterinário Nei Moreira, professor da Universidade Federal do Paraná. Além disso, animais híbridos são, muitas vezes, estéreis.

CARA DE UM, FOCINHO DE OUTRO
Confira as combinações mais bizarras nesta álgebra estranha animal
ZEBRA + CAVALO = ZEBRALONa maioria das vezes, o híbrido origina-se de uma zebra macho e uma égua. Nesse caso, o animal também é chamado de “zégua”. O cruzamento entre esses dois equinos, que pode ser tanto natural como manipulado, gera um animal mais forte do que o cavalo e com listras no corpo todo ou em áreas como a cabeça ou a parte traseira- É raro, mas também existem híbridos de zebra e asno. Eles são conhecidos como “zebrasnos”

GADO DE CORTE + BÚFALO = BEEFALO

As primeiras experiências começaram nos EUA, mas hoje já existem beefalos até aqui no Brasil. O nome vem de beef (“carne”, em inglês). A mistura gera um animal mais resistente ao frio e a secas, e a carne tem teores mais baixos de gordura e colesterol. Ele é fértil e vive mais de 20 anos. Para ser um legítimo beefalo, o animal deve ser 3/8 bisão e 5/8 bovino

GOLFINHO + FALSA BALEIA ORCA = WHOLPHIN

O termo vem da junção de whale e dolphin (“baleia” e “golfinho”, em inglês). Em 1985, no parque Sea Life, no Havaí, uma fêmea de golfinho deu à luz um filhote parecido com uma orca. O bebê híbrido tinha características intermediárias – nasceu com 66 dentes, sendo que a mãe tinha 88 e o pai 44. Além disso, é fértil e já teve três filhotes

DROMEDÁRIO + LHAMA = CAMA

Quatro filhotes nasceram por inseminação artificial durante um estudo realizado nos Emirados Árabes. Eles têm o casco da lhama e as orelhas curtas e a cauda longa do dromedário (um tipo de camelo), sem a famosa corcova. Os cientistas descobriram que, como é mais forte que a lhama e mais dócil que o camelo, o cama pode ser um bom animal de carga

LEÃO + TIGRESA = LIGRE

Ele reúne características do pai, um leão, e da mãe, uma tigresa. Do rei da selva, ele herda a juba e o comportamento social. Da mãe, ele ganha as listras e as habilidades na natação. É grande (pesa o dobro do leão, perto de 1 tonelada), mas não pode ter filhotes. A mistura não ocorre na natureza, afinal a maioria dos tigres vive na Ásia, e os leões, na África

Continua após a publicidade

LEOPARDO + LEOA = LEOPON

O cruzamento entre um leopardo e uma leoa raramente acontece na natureza, mas é possível em cativeiro. O resultado é um animal com cabeça de leão e corpo de leopardo. Os primeiros relatos de “leopon” têm mais de cem anos. Poucos espécimes viveram até a idade adulta. O leopon não é fértil

IGUANA-MARINHA + GUANA-TERRESTRE = IGUANA HÍBRIDA

A mistura de uma iguana-marinha macho (gênero Amblyrhynchus) com uma iguana-terrestre fêmea (gênero Conolophus) na ilha Plaza Sul, nas ilhas Galápagos, deu origem a uma híbrida com vantagens. Ela tem as garras afiadas e pode tanto comer as algas das rochas submersas quanto escalar os cactos, algo que a terrestre não consegue fazer

SERVAL + GATO = GATO SAVANNAH

As orelhas grandes e as marcas nos pelos revelam que não se trata de um gatinho comum. Os gatos savannah são uma mistura entre o gato doméstico e o serval, um felino africano selvagem, típico das savanas. Esse animal pode pesar até 9 quilos e é popular por ser manso e amigável. O primeiro registro desse híbrido é de 1986

URSO GRIZZLY + URSO POLAR = URSO GROLAR

Em 2006, no Canadá, um caçador matou um urso, certo de que era um urso polar. Mas ele tinha manchas marrons, garras longas e um tipo de corcunda, características do urso grizzly. Um exame de DNA comprovou que era um híbrido das duas espécies. Acredita-se que os dois ursos tenham tido mais do que um único encontro.

HÍBRIDOS CONSAGRADOS
MULAA mistura entre jumentos e éguas começou há 3 mil anos e, desde então, esse animal é usado para o transporte de cargas por ser mais resistenteHOMEM

Pesquisadores alemães concluíram que entre 1 e 4% da sequência de DNA de asiáticos e europeus continha uma mistura entre neandertais e Homo sapiens. Isso teria acontecido entre 50 mil e 80 mil anos atrás, no Oriente Médio

FONTES Roberto do Val Vilela, biólogo do setor de mamíferos da Fundação Parque Zoológico de São Paulo; Nei Moreira, professor da Universidade Federal do Paraná; Mario de Vivo, zoólogo do Museu de Zoologia da USP; The New York Times (www.nytimes.com); The Huffington Post (www. huffingtonpost.com); National Geographic (www.nationalgeographic.com); Time (www.time.com); Agrocave (www.agrocave.com.br); National Agricultural Library (www.nal.usda.gov); CNN (www.cnn.com); revista VEJA

Continua após a publicidade
Publicidade