Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Qual a origem do Dia Internacional da Mulher?

Ele foi criado em 1910 por Clara Zetkin, uma professora e jornalista alemã que se tornou um dos ícones do feminismo

Por Lorena Dana Atualizado em 14 fev 2020, 17h41 - Publicado em 8 mar 2016, 13h31

Dia da mulher

ILUSTRA Yasmin Ayumi

Durante a Conferência Internacional de Mulheres Trabalhadoras, realizada na Dinamarca em 1910, Clara Zetkin propôs que todas as mulheres do mundo se unissem em um mesmo dia para dar voz às suas lutas e reivindicações. A proposta foi aprovada por unanimidade. Assim, o primeiro Dia Internacional da Mulher foi comemorado em 1911. Mais de um milhão de pessoas participou de passeatas pela Áustria, Dinamarca, Alemanha e Suíça. Entre as reivindicações estavam o direito ao trabalho, ao voto, a ocupar cargos públicos e o fim à discriminação.

  • O dia 8 de março se tornou a data fixa de celebração desde 1913 quando, às vésperas da 1ª Guerra Mundial, milhares de mulheres russas se organizaram em manifestações pela paz. A data foi oficializada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1977, e desde 1996 recebe um tema específico a cada ano. Entre os principais objetivos está o aumento do salário – mulheres recebem cerca de 77% do que ganham homens no mesmo cargo.

    Algumas das principais conquistas das mulheres brasileiras desde o primeiro Dia Internacional da Mulher

    1927 – Primeiras mulheres brasileiras votam no RN

    1932 – Mulheres brasileiras conquistam o direito ao voto em todo o território nacional

    Continua após a publicidade

    1933 – É eleita a primeira deputada brasileira: Carlota Pereira de Queiroz

    1962 – Mulheres garantem o direito de trabalhar fora de casa sem a permissão dos maridos

    1988 – Com a nova constituição, mulheres garantem igualdade de direitos

    2006 – É criada a Lei Maria da Penha, que prevê penas mais duras a atos de violência contra a mulher

    2010 – Dilma Rousseff é eleita a primeira presidente mulher do Brasil

    FONTES ONU, Unric, UNWomen, Senado

    Continua após a publicidade
    Publicidade