GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Qual cidade brasileira tem mais favelas?

Proporcionalmente, a campeã é Marituba, no Pará. Mas, em números absolutos, a maior parte fica nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo

PERGUNTA Lucas Franco, Rio de Janeiro, RJ

Segundo o IBGE, proporcionalmente, é Marituba (PA), com 83,3 mil pessoas morando em condições inadequadas – cerca de 77% da população. Na definição do instituto, essas pessoas vivem em “aglomerados subnormais”: 50 ou mais unidades habitacionais sem título de propriedade formal, sem uniformidade no tamanho dos lotes ou nas vias públicas e sem serviços essenciais, como energia elétrica, saneamento básico ou iluminação na rua. Essa definição inclui não apenas o que chamamos de “favela” mas também outras estruturas, como cortiços, grotões e mocambos.

 

Veja também
  • query_builder
  • query_builder

Ainda segundo os dados do último censo, de 2010 (o próximo é só em 2020), 11 milhões de brasileiros vivem em 6.329 favelas em todo o país. Quase 50% das casas desse tipo estão no Sudeste – cerca de 23,2% em São Paulo e 19,1% no Rio de Janeiro.

Oficialmente, a primeira favela no Brasil foi a do morro da Providência, surgida em 1897 no centro do Rio de Janeiro. A ocupação começou quando cerca de 10 mil soldados que haviam participado da Guerra de Canudos, no sertão da Bahia, desembarcaram na antiga capital do país. Na bagagem, uma reivindicação: eles queriam que o governo desse casas para os veteranos do conflito. Sem grana para criar os tais alojamentos, o governo teria permitido a construção de vários barracos de madeira no morro da Providência, que ficava atrás de um quartel.

Algumas pesquisas, porém, indicam que a primeira favela foi outro aglomerado de casas precárias, surgido ainda no ano de 1897, só que alguns meses antes da Providência. O local da favela pioneira seria o morro de Santo Antônio, também no centro. Estudos com documentação da época revelam que, no começo de 1897, já existiriam 41 barracos no local. Fica difícil comprovar essa história porque o morro de Santo Antônio foi destruído para a construção do aterro do Flamengo, nas décadas de 1950 e 1960. A favela da Providência, por outro lado, existe até hoje.

 

Veja também
  • query_builder
  • query_builder

A origem do nome “favela”
Tudo indica que os primeiros moradores da Providência chamavam o lugar de “morro da Favela” – era uma referência a um morro de mesmo nome que existia em Canudos, recoberto por um arbusto rasteiro também chamado “favela”. Com o passar dos anos, a palavra virou sinônimo de uma triste realidade habitacional.

FONTES IBGE e sites Último Segundo e R7

Newsletter Conteúdo exclusivo para você