GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

AIDS por computador

Pesquisador em computação Steven Seitz desenvolveu um programa que projeta o espalhamento do vírus da AIDS em qualquer população.

Usar computadores para elaborar modelos matemáticos de propagação de doenças não é novidade. Mas o pesquisador em computação Steven Seitz, da Universidade de Illinois, Estados Unidos, desenvolveu um programa que projeta o espalhamento do vírus da AIDS em qualquer população. Para isso, apenas cálculos não são suficientes. É preciso conhecer padrões de comportamento humano, coisa que os modelos existentes não previam. “Eles não consideram variáveis importantes, como a preferência sexual e relações extraconjugais”, diz Steven Seitz. Capaz de prever em minutos como se dá o contágio de milhões de pessoas, o programa leva em conta detalhes como porcentagem de sangue doado que é examinado ou o número de usuários de drogas que compartilham seringas. Quando um desses dados é alterado, o resultado muda. Por isso, pode-se saber, com antecedência, se uma campanha governamental para incrementar o uso de preservativos faria alguma diferença na contenção da doença.