GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Anticorpo na cabeça

Um novo tipo de anticorpo artificial, desenvolvido nos EUA, pode curar a esclerose múltipla.

Um novo tipo de anticorpo artificial, desenvolvido nos Estados Unidos, pode ser o tratamento para alguns problemas neurológicos. Como nenhum outro anticorpo – natural ou artificial – é capaz de fazer, este atravessa as paredes dos vasos sanguíneos e entra no cérebro. Outra propriedade única deste anticorpo é não ser composto de aminoácidos, como os outros, e sim de átomos de carbono, o que o torna irreconhecível ao sistema de defesa do organismo que poderia destruí-lo.

Chamado mimético, o novo anticorpo já foi experimentado em animais, devendo o próximo passo ser o teste de sua ação contra a esclerose múltipla. O anticorpo mimético estimula o crescimento de células que revestem neurônios no cérebro e no sistema nervoso central, as quais desaparecem em pessoas que sofrem daquela doença.