Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Antidepressivo aumenta risco de doenças cardíacas

Problema se manifesta com o uso prolongado desse tipo de remédio

Por Bruno Garattoni Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
18 nov 2022, 10h21

Entre as pessoas que tomam um antidepressivo há 10 anos, a incidência de problemas cardíacos é 34% maior – e há quase o dobro de mortes por infarto. Essa foi a conclusão de um estudo da Universidade de Bristol (1), na Inglaterra, que acompanhou 220 mil pessoas entre 40 e 69 anos.

O fenômeno é mais intenso nos chamados “antidepressivos atípicos”, como os SNRIs (inibidores de recaptação de serotonina e norepinefrina), mas se manifestou com todos os medicamentos.

Os autores do estudo recomendaram que os pacientes façam exames cardíacos periódicos.

Leia mais: Psicobióticos: os remédios feitos de bactérias que prometem tratar ansiedade e depressão

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:

Fonte 1. Antidepressant use and risk of adverse outcomes: population-based cohort study. N Bansal e outros, 2022.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.