GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Células do tumor benigno são iguais às normais

Qual a diferença entre tumor benigno e tumor maligno?

O tumor é um foco de multiplicação anormal de células, em forma de caroço ou protuberância. O fato de ser benigno ou maligno depende da constituição dessas células. No caso, quem vê cara vê coração, ou seja, a aparência revela a essência. No benigno, as células crescem muito lentamente e são iguais às do tecido onde se instala. O tumor não agride o doente. No microscópio, o maligno é assustador: o núcleo das células é deformado ou “estourado”. O crescimento é rápido e faz “metástases”, ou seja, se espalha criando outros focos no corpo. Todo tumor maligno é canceroso e agressivo.

Não há perigo de um tumor benigno se transformar em maligno. “São dois processos diferentes”, diz o patologista Fernando Soares, do Hospital do Câncer, em São Paulo. Mas, ao se detectar um tumor, deve-se ter certeza de que ele realmente não é maligno. “Somente depois de um rigoso exame ao microscópio é possível fazer o diagnóstico”, explica Soares.

Retrato falado dos bandidos

Veja qual dos dois tumores parece o mais perigoso.

O benigno: as células que cresceram além do normal são iguais àquelas em volta, permanecem reunidas e crescem muito devagarinho.

O maligno: as células têm tamanhos diferentes e seus núcleos são deformados. Além disso, infiltram-se e multiplicam-se entre as normais.