Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Da infância à terceira idade – exercícios ideais para cada fase

Se você faz parte dos 46% dos brasileiros que não praticam nenhum esporte, confira qual é a atividade ideal para você deixar o sedentarismo no passado

Por Daniela Barbosa, de Exame.com
Atualizado em 2 ago 2017, 13h03 - Publicado em 2 ago 2017, 13h02

O sedentarismo atinge quase metade da população no Brasil, segundo dados divulgados pelo Ministério do Esporte. Atualmente, 46% dos brasileiros não praticam nenhum tipo de esporte e esse número é preocupante, uma vez que colocar o corpo para se movimentar garante melhor qualidade de vida.

Segundo Renato Kalil, médico do esporte do Kurotel – centro médico de longevidade e Spa -, a inatividade física é um problema mundial de saúde, uma epidemia que não recebe a devida atenção e importância por isso, independentemente da idade, praticar atividade física é imprescindível.

Mas que tipo de exercício deve ser realizado em cada etapa da vida? De acordo com o especialista, o primeiro passo é esclarecer que não existe um exercício ideal, mas sim práticas mais adequadas para diferentes fases e que podem ajudar qualquer pessoa a sair do sedentarismo.

Kalil listou os exercícios que melhor se adequam para cada etapa. Confira a seguir:

Crianças e pré-adolescentes

Atividades lúdicas e cooperativas, como jogos coletivos e danças, segundo o médico, são práticas que estimulam valências físicas diversas, como coordenação, equilíbrio, força, agilidade, velocidade, ritmo, assim como atividades aeróbias ao ar livre.

Continua após a publicidade

“Crianças, pré-adolescentes e até adolescentes devem acumular pelo menos 300 minutos por semana de atividade física. Videogames interativos não substituem a qualidade e quantidade das atividades físicas necessárias”, alerta Kalil.

Adolescentes

É nesta fase da vida que alguns exercícios de resistências começam a ganhar relevância, pois o corpo está na reta final de crescimento e desenvolvimento.

“É na adolescência que a musculação pode ser inserida, desde que se tenha o acompanhamento de um profissional de educação física, executando um treinamento específico para esta idade”, afirma o especialista.

Ele também sugere atividades aeróbias, atividades programadas e supervisionadas no esporte.

Continua após a publicidade

Adultos

É na fase adulta que começa progressivamente a redução de massa muscular e os exercícios de resistências continuam sendo os mais importantes. “Pilates, musculação, treinamento funcional, crossfit, natação, corrida, bike e ioga são algumas possibilidades”, sugere Kalil.

Segundo ele, independente do que a pessoa escolha fazer, o principal objetivo da atividade física nessa fase é o fortalecimento muscular pelo menos duas vezes por semana. Treinos aeróbicos continuam sendo essenciais na fase adulta.

Idosos

Musculação, pilates e treinamento funcional são alguns dos exercícios indicados para pessoas na terceira idade. “Atividade de resistência é imprescindível, pois ajuda a readquirir a massa magra perdida ao longo dos anos, o que se traduz independência, autonomia e mais qualidade de vida”, explica o médico.

Outro exercício sugerido pelo especialista seria a caminhada ao ar livre em ritmo moderado ou intenso, mas desde que tenha a orientação e acompanhamento de um profissional. Já a hidroginástica – exercício com baixo risco de lesão – é importante, porém não substitui o trabalho específico de força, importante para essa fase.

Continua após a publicidade

Este conteúdo foi originalmente publicado em Exame.com

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.