Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Direto no mal

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h33 - Publicado em 31 out 1999, 22h00

Cientistas do Instituto Nacional de Saúde, nos Estados Unidos, e do Centro Hospitalar de Nancy, na França, estão desenvolvendo uma forma nova de tratar feridas que o câncer provoca no pulmão e na garganta. A idéia é usar um spray com retinóide. Espirrado sobre a área afetada, esse derivado da vitamina A é 100 vezes mais eficiente do que se for tomado em pílulas.

Publicidade