Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Estresse desliga região do cérebro – e aumenta desejo por junk food

Experiência com ratos de laboratório identificou um mecanismo cerebral envolvido com esse fenômeno

Por Bruno Garattoni Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 7 ago 2023, 11h57 - Publicado em 20 jul 2023, 14h12

Não é um efeito puramente psicológico: também há um mecanismo neurológico envolvido.

A descoberta é de cientistas australianos (1), que submeteram ratos de laboratório a situações estressantes – e constataram que nesses animais a habênula lateral, uma região do cérebro que também existe em humanos e tem a função de controlar a “busca por recompensas”, simplesmente não funcionava (não freava o apetite depois que o animal já havia comido o suficiente).

A habênula era desativada por uma substância, chamada neuropeptídeo Y (NPY), que o cérebro produz sob estresse. 

Leia também: Estresse: como usá-lo a seu favor

Continua após a publicidade

Fonte: 1. Critical role of lateral habenula circuits in the control of stress-induced palatable food consumption. K Ip e outros, 2023. 

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.