Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Índia abaterá milhares de aves após animais testarem positivo para gripe aviária

Até o momento, seis estados foram afetados por dois subtipos do vírus Influenza A – H5N1 e H5N8. Não foram reportados casos de pessoas infectadas no país.

Por Carolina Fioratti 6 jan 2021, 16h36

A Índia é o segundo país mais afetado pela pandemia de Covid-19, com mais de 10,3 milhões de casos confirmados e 150 mil mortes. Mas o Sars-CoV-2 não é o único vírus preocupando as autoridades do país. Casos de gripe aviária reportados em seis estados levaram o governo federal a decretar “alerta máximo”, levando a medidas extremas para conter a propagação da doença. 

A gripe aviária, como o próprio nome sugere, ocorre principalmente em pássaros, sendo altamente contagiosa entre eles. Os humanos também podem contrair a doença, mas só através do contato com fezes de aves infectadas ou consumo de sua carne e ovos – a transmissão entre pessoas nunca foi registrada. Os sintomas são similares aos de uma gripe comum, envolvendo dores musculares e de cabeça, tosse e falta de ar. Mas também podem evoluir para quadros graves, causando pneumonia, insuficiência respiratória e problemas cardíacos.

No estado indiano de Himachal Pradesh, foram encontradas cerca de 2.400 aves migratórias mortas à beira do lago Pong Dam. A maioria delas eram Gansos-de-cabeça-listrada, que voam da Sibéria para a Mongólia durante o inverno. Um relatório emitido pelo Instituto Nacional de Epidemiologia Veterinária de Alta Segurança (NIHSAD) confirmou a presença do vírus H5N1, um subtipo do Influenza A que causa a gripe aviária, nos animais. 

  • Em Kerala, 12 mil patos morreram nas fazendas da região. Testes atribuíram a culpa a outro subtipo do Influenza A, o H5N8, que não é considerado perigoso para humanos. Os estados de Madhya Pradesh, Rajasthan, Gujarat, Haryana também se depararam com aves mortas em seus territórios, mas a presença do vírus Influenza A só foi confirmada nos dois primeiros – Gujarat e Haryana estão aguardando o resultado dos testes.

    Os estados estão tomando medidas para evitar a propagação do vírus. Em Himachal Pradesh, foi proibida a venda de aves dentro do raio de um quilômetro do lago em que os animais foram encontrados mortos. O turismo na região também foi interrompido. Enquanto isso, Kerala abaterá mais de 30 mil aves das granjas do estado, restringindo também o transporte de ovos e carne de aves entre alguns distritos da região. Em Madhya Pradesh, foi decretado na terça-feira (5) que os comércios de frango e ovos ficassem fechados por um período de 15 dias. Ações similares devem ser seguidas nos outros estados.

    Continua após a publicidade
    Publicidade