GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Leite

Kéia Duarte Milani

Qual a diferença entre os leites tipo A, B e C?

A diferença não está na vaca: seja de que raça for, ela pode produzir os três tipos. O que classifica o leite é a forma como ele é obtido e a quantidade de gordura que possui. No tipo C, a ordenha pode ser tanto manual quanto mecânica , e a vaca fica solta no pasto. O liquido é armazenado em abrigo rústicos, mas refrigerados, antes de ir para a usina onde será embalado. Já o tipo B é retirado de vacas que permanecem em estábulos, o que facilita a manutenção das condições de higiene, e a ordenha pode ser manual ou mecânica. O local de armazenagem também é mais sofisticado permitindo uma refrigeração em temperaturas mais baixas, de até 4 graus centígrados. “No caso do tipo A, o trajeto do leite, da vaca até o empacotamento, é bem mais curto. Depois da ordenha mecânica, obrigatória, ele vai direto para um tanque, onde é resfriado, e de La já sai párea a maquina empacotadora”, explica o veterinário Sydnei Antônio de Oliveira, do Ministério da Agricultura e Reforma Agrária. Nesse ultimo processo, a vaca recebe um tratamento digno de uma dama, até toma banho antes da ordenha. Quanto à composição, a diferença entre eles é bem pequena. Os tipos A e B são integrais, nada se retira deles, enquanto o leite C apresenta um teor de gordura em torno e 3%. O restante as usinas utilizam para produzir manteiga, queijo, cremes, e outros derivados.