Clique e assine com até 75% de desconto

Médicos cometem 12 milhões de erros por ano – só nos EUA

Número se refere apenas a erros de diagnóstico; não inclui equívocos ou imperícia durante procedimentos cirúrgicos, por exemplo.

Por Fernanda Ferrairo e Bruno Garattoni Atualizado em 8 jan 2020, 13h05 - Publicado em 4 ago 2016, 15h00

20 SEGREDOS QUE OS MÉDICOS NÃO CONTAM
NÚMERO 18 | TODOS OS OUTROS

Três estudos estimaram a quantidade de erros médicos nos EUA. Sua conclusão: 12 milhões por ano.

Os pesquisadores chegaram a essa estimativa, que se refere a erros de diagnóstico (não inclui outros tipos de erro, como em cirurgias), analisando 2.544 casos. Os erros afetam 5,08% do total de diagnósticos.

Segundo o estudo, a probabilidade de eles causarem dano aos pacientes é de 50%. “O número de denúncias ao Conselho tem aumentado. Em 1993, recebíamos 5 por dia. Hoje são 18”, diz Bráulio Luna, presidente do Cremesp.

Errar é humano. Mas a cultura da infalibilidade médica, não – e ela é, inclusive, apontada por médicos como uma causa do índice de suicídios na profissão.

Fonte: The frequency of diagnostic errors in outpatient care: estimates from three large observational studies involving US adult populations. H. Singh, A. Meyer e E. Thomas. Baylor College of Medicine e Universidade do Texas.

Continua após a publicidade
Publicidade