Clique e assine a partir de 8,90/mês

Os planos de saúde devem fortunas ao governo

Eles deveriam pagar R$ 1,6 bilhão anual ao SUS. Mas só pagam R$ 600 milhões. E o rombo pode ser ainda maior

Por Fernanda Ferrairo e Bruno Garattoni - Atualizado em 27 nov 2019, 16h25 - Publicado em 4 ago 2016, 17h01

20 SEGREDOS QUE OS MÉDICOS NÃO CONTAM
NÚMERO 8 | TODOS OS OUTROS

Segundo o IBGE, 28% dos brasileiros têm plano de saúde.

Mas essas pessoas nem sempre são atendidas em hospitais particulares – às vezes o plano se recusa a cobrir certos procedimentos, ou não possui os equipamentos necessários.

A pessoa procura os hospitais públicos. E aí os planos são obrigados, por lei, a ressarcir o SUS. Mas isso nem sempre acontece.

Um levantamento do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor revelou que, no ano passado, os planos pagaram R$ 621 milhões ao SUS – mas deveriam ter pago R$ 1,6 bilhão. E há quem diga que o rombo possa ser ainda maior.

Continua após a publicidade

“A dívida de inúmeros convênios com o governo é homérica. Estamos falando de bilhões”, afirma a vereadora Patrícia Bezerra (PSDB-SP), que preside uma CPI sobre os planos de saúde. “Os usuários estão sendo lesados, os prestadores de serviço estão sendo lesados, o SUS está sendo lesado”, diz ela. É mais um sintoma dos problemas no sistema de saúde.

Publicidade