GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Pai de todos: SUPER entrevista Ed Houben

Aos 43 anos, Ed Houben já tem mais de 90 filhos - nenhum sob a guarda dele

Ele é só um doador, mas não deixa seus espermatozoides nos bancos de sêmen. Houben ajuda casais que não têm dinheiro ou não querem optar por métodos artificiais. Sim, o holandês colabora da forma natural – com sexo.

 

Qual o perfil das pessoas que o procuram?
Mulheres solteiras que tiveram relacionamentos que não deram certo, e sentem que seu tempo está acabando. E casais de lésbicas. Com casais heterossexuais, claro, nunca encontro os maridos. Pode parecer muito estranho para alguém que olha de fora, mas não há ciúmes, porque eles sabem que o amor é só entre os dois. Há 10 anos eu nunca pensaria nisso, mas as pessoas vêm, conversamos e nos tornamos amigos. É mais como uma ajuda entre amigos.

Como exatamente funciona esse serviço?
Eu nunca peço dinheiro em troca deste “trabalho”, preciso sempre deixar isso bem claro. As pessoas me escrevem porque me acharam na internet, no meu website. Aí me perguntam coisas para ver se eu não sou um desses caras loucos da internet. Se rolar uma simpatia, as pessoas vêm me visitar. Elas também querem que eu fique disponível se a criança quiser entrar em contato no futuro. Eu mantenho uma lista das crianças e onde elas nasceram, para estar disponível.

Como você se sente quando conhece um filho?
Fiquei pensando muito nisso antes de começar, como eu me sentiria. E percebi que não sinto nada ruim em ver casais e famílias felizes. Afinal, são pessoas que queriam ter filhos e não conseguiram por outros meios – esposas que tentaram, mas o marido não era fértil. No fundo eles querem ser normais. Então vêm a mim e tento tornar o sonho realidade. Somos todos adultos. Ontem mesmo dormi com uma mulher casada que passou 11 anos indo a uma clínica para tentar engravidar. Eles tentaram tanto que o marido até fez operação no testículo em busca de sêmen, e por meses depois ele chorava toda vez que ia ao banheiro. Não são quaisquer pessoas, são indivíduos que realmente tentaram e querem ter filhos. Então sei que serão bem cuidados. E tento controlar minhas emoções, sempre, porque meu papel não é fazer parte da vida da família.

Como sua namorada lida com sua profissão?
Bem, o amor dela é forte o suficiente para entender que faço isso para ajudar as pessoas, não para encontrar novas parceiras. Ela não tem ciúmes que eu durma com outras mulheres. Mas sei que ela odiaria se eu fosse a um restaurante ou ao cinema com uma delas, porque para ela isso é parceria, como um namoro.

Você tem algum filho brasileiro?
Não. Eu estava em contato com uma mulher de São Paulo, mas ela não fala inglês e meu português é tão bom quanto meu chinês, então usamos o Google tradutor. Mas não é fácil.

E se essas mulheres pedirem dinheiro, já que os filhos são seus?
Desde o começo eu sabia que isso poderia acontecer alguma hora. Mas eu queria fazer algo positivo para o mundo. E sempre soube que isso pode ter consequências…

Foto: GettyImages