GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Quando os nerds ficam doentes

Juliana Calderari

Recém-inaugurado na Califórnia, hospital El Camino é o mais moderno do mundo. Ele cobra o dobro do preço dos outros – uma simples cirurgia no joelho, por exemplo, custa US$ 26 mil. Mas, quando os geeks do Vale do Silício ficam doentes, é lá que eles querem ir.

1. Dando entrada
Quando o paciente chega, um aparelho “lê” as veias da mão dele. Essa informação é usada para identificar a pessoa dentro do hospital.

2. No quarto
Todos os quartos têm elevador privativo, TV de 42 polegadas, Wi-Fi e um computador onde os médicos acessam os exames do paciente.

3. Cirurgia
Robôs cirurgiões, com pinças de altíssima precisão, ajudam os médicos nas operações mais delicadas. No futuro, os robôs poderão ser controlados a distância – por especialistas de qualquer lugar do mundo.

4. Nada de bip
O hospital tem uma rede que transmite, em tempo real, os sinais vitais do paciente para o iPhone do médico. E as enfermeiras têm seus próprios palmtops – que chamam o doutor via comandos de voz.

5. Correio pneumático
Uma rede de tubos de ar comprimido conecta a farmácia e o almoxarifado do hospital a cada um dos quartos. Com isso, remédios e pequenos equipamentos chegam ao paciente em poucos segundos.

6. Robô carregador
As refeições são servidas por uma equipe de 19 robôs, que circulam a 3 km/h pelas dependências do hospital. Eles têm o mapa do prédio na memória, sabem andar de elevador e possuem sensores para desviar de obstáculos.