Clique e Assine por apenas 8,90/mês

Um dos maiores inventos do ano

Uma lente difratora, dez vezes mais fina que um fio de cabelo, capaz de corrigir até cataratas, foi inventada nos Estados Unidos.

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h37 - Publicado em 30 set 1991, 22h00

Uma lente de plástico, dez vezes mais fina que um fio de cabelo e capaz de corrigir cataratas, está sendo festejada como um dos 100 maiores inventos do ano, nos Estados Unidos. Facilmente dobrável, ela entra no olho por meio de um minúsculo orifício, aberto por laser ou ultra-som – as lentes usuais exigem um corte de 5 a 11 milímetros. Uma vez inserida, alente volta à forma normal e ajeita-se na posição correta. Não é preciso fechar o corte ou usar óculos, asseguram os médicos. A proeza baseia-se no fenômeno da difração, que força os raios de luz a se curvar. As lentes existentes operam por meio da refração, na qual o feixe luminoso desvia-se, mas de maneira abrupta, passando de uma trajetória retilínea para outra. As lentes difratoras podem ser bem mais finas que as refratoras, mas até agora focalizavam as cores em pontos diferentes. Pela primeira vez, em 100 anos, se obteve, com uma lente difratora, a mesma qualidade ótica das refratoras.

Publicidade