GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Astronautas da ISS assistirão ao novo Star Wars do espaço

As 2h e 32 min de duração do filme serão suficientes para que a ISS quase complete duas voltas ao redor da Terra. O que não atrapalhará em nada a sessão pipoca, é claro

Não é exagero nenhum falar que Star Wars: O último Jedi é uma estreia esperada no planeta todo. E até fora dele, por que não. Após acompanharem O despertar da força, primeiro episódio da nova trilogia da saga intergalática lançado dois anos atrás, astronautas da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) assistirão também ao capítulo seguinte.

É verdade que, quando o primeiro filme saiu, ainda em 2015, nenhum dos atuais moradores da ISS estava por lá — o norte-americano Scott Kelly, recordista de maior tempo em missão com 340 dias, retornou em março do ano passado. Isso significa que a atual leva de astronautas, que viu a estreia de Kylo-Ren nas telas da Terra mesmo, terá uma oportunidade única de participar de uma sessão pipoca toda especial e ambientada da forma mais fiel possível.

A informação foi divulgada primeiro no Twitter, e confirmada depois pela Nasa em uma entrevista ao site Inverse. “Posso confirmar que o time poderá assistir ao filme em órbita”, explifou Dan Huot, relações públicas da agência espacial norte-americana. “Ainda não temos um prazo definido. Eles normalmente recebem os filmes na forma de arquivos de computador, que podem reproduzir em seus laptops ou no projetor que está disponível à bordo”.

Assistir a filmes, aliás, é um passatempo bem comum a quem vive no espaço. Sabe-se que a biblioteca dos astronautas contém mais de 500 títulos, contemplando desde clássicos como Blade Runner e Matrix até produções mais atuais. Cada uma delas pode ser vista nos dias de folga dos astronautas ou em uma das “noites cinematográficas” como o próprio Scott Kelly mostrou uma vez em um tweet.

Uma curiosidade é que, durante os 2h32 minutos de duração de Star Wars: O último Jedi, os espectadores espaciais darão quase duas voltas ao mundo cada uma dura 90 minutos, graças à velocidade absurda de 7.7 km/segundo que a ISS mantém. Como já adiantado no comunicado, porém, é impossível saber o tamanho do delay que os astronautas terão até conseguirem comentar o novo filme com os outros terráqueos. Mas nem dá para dizer que essa espera será de todo ruim: a 400 km de distância do planeta azul, é bem provável que eles não sofrerão com os spoilers se permanecerem bem longe do Twitter durante esse tempo, é claro.