GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Moradores de Pernambuco sentem tremor de terra na região do agreste

Abalo sísmico registrou magnitude de 3.8 em São Caetano e foi sentido até no Recife - a 200 quilômetros de distância.

Dois tremores de terra atingiram o estado de Pernambuco por volta das 15h35, nesta terça-feira. O primeiro deles aconteceu a dois quilômetros de São Caetano, próximo a Caruaru, e chegou a 3.8 na Escala Richter. Já o segundo foi mais leve: com magnitude de 2.1.

O terremoto mais forte durou de três a quatro segundos – o suficiente para que moradores do Agreste até Pernambuco pudessem sentir o tremor. “Eu moro em Caruaru há nove anos e nunca senti um terremoto tão forte assim. Estava sentado na cama quando senti o tremor”, conta o advogado Álvaro Sobral, de 29 anos. A psicóloga Maria do Carmo Andrade, de 52 anos, também estava em Caruaru quando o terremoto aconteceu. “Sou do Recife, nunca senti um terremoto. Mas o pessoal aqui já está acostumado e ainda assim ficou assustado, saíram correndo do prédio”, relata.

Apesar do susto, especialistas em sismologia garantem que terremotos ainda mais fortes já atingiram a região. “É uma região que possui falhas recentes, então os tremores são comuns por lá”, diz José Roberto, técnico do Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo. “Tremores acima de 4 pontos são suficientemente fortes para causar tremores nas casas e assustar a população”, completa. De acordo com informações do Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em maio de 2006, a cidade registrou um abalo de 4.0, um dos maiores já verificados no estado.

O evento fora do comum no estado teve repercussão nas redes sociais. E os pernambucanos já aproveitam para tirar sarro da situação.