Clique e Assine por apenas 8,90/mês

Piscina de ondas em parque aquático chinês faz tsunami sem querer

Pelo menos 44 turistas se machucaram com onda gigante causada por uma sobrecarga elétrica no sistema da piscina.

Por A. J. Oliveira - 1 ago 2019, 18h54

Era só mais um dia quente de verão na cidade de Longjing, nordeste da China, e centenas de turistas se refrescavam no parque aquático local, chamado Yulong Shuiyun. Muitos relaxavam em suas boias na piscina de ondas, embalados pelo sobe e desce das marolas. Mas a tarde tranquila logo deu lugar a momentos de pânico, quando uma falha no sistema de controle formou uma onda violenta. Dá uma olhada: 

Não é exagero dizer que foi uma tsunami: os banhistas que deram o azar de estar no lugar errado, na hora errada, tomaram muito mais que um simples caldo. Pegos desprevenidos, dezenas deles se machucaram feio e foram parar no hospital. Autoridades chinesas anunciaram que 44 pessoas ficaram feridas e deram entrada em hospitais locais. O episódio aconteceu na tarde da última segunda (29).

Como apurou o China Daily, 39 feridos tiveram alta um dia após o acidente, mas cinco ficaram internados com fraturas nos pés e nas costelas. Com a piscina fechada para investigação, pistas sobre a causa da tsunami começam a surgir. “O incidente foi causado por uma queda de energia que danificou o equipamento eletrônico da sala de controle e fez as ondas ficarem muito grandes”, disse a prefeitura ao South China Morning Post.

Antes dos esclarecimentos, boatos corriam soltos. Após o vídeo viralizar na internet, muitos começaram a espalhar que a culpa era do controlador de ondas – que teria acionado a intensidade máxima por engano ou embriaguez. Ou até, quem sabe, trolado os turistas de propósito.

Continua após a publicidade

Tudo aconteceu rápido: de repente, uma grande massa de água se formou em um dos cantos da piscina e arremessou diversos banhistas para o alto antes da arrebentação. Depois, outros tantos foram arrastados, e até quem estava de fora teve de correr para não ser pego pela água, que transbordou. Por sorte, ninguém se afogou.

Publicidade