GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

900 milhões de usuários de Android estão vulneráveis a hackers

Falha de segurança em mais de 20 modelos de celular permite que hackers tenham acesso à memória, à câmera e ao microfone dos usuários

 

Celulares Android possuem uma grave falha de segurança que dá acesso a todo o aparelho – microfone, GPS, câmera, arquivos e fotos. E o pior: a brecha pode atingir mais de 900 milhões de telefones, sem que os usuários nem sequer percebam a invasão.

A descoberta é da Checkpoint, empresa americana de segurança digital. Eles analisaram o software de vários aparelhos. E encontraram problemas em celulares que usam o chipset da marca Qualcomm, utilizado na placa-mãe de boa parte dos Androids.

Esse chipset comanda basicamente todas as funções do telefone, como memória, controle de tela, etc. É por isso que essa brecha preocupa tanto: uma vez instalado, um aplicativo malicioso não precisa de nenhuma autorização especial para ter acesso a tudo.

Veja a lista dos celulares vulneráveis:

BlackBerry Priv

Blackphone 1 ed Blackphone 2

Google Nexus 5X, Nexus 6 e Nexus 6P

HTC One, HTC M9 e HTC 10

LG G4, LG G5, e LG V10

New Moto X da Motorola

OnePlus One, OnePlus 2 e OnePlus 3

Samsung Galaxy S7 e Samsung S7 Edge

Sony Xperia Z Ultra

A Qualcomm já desenvolveu patches para garantir a segurança. Agora é preciso que as fabricantes ofereçam o quanto antes essas atualizações a seus clientes. Enquanto isso, 900 milhões de aparelhos do mercado podem ser facilmente invadidos.

Como segurança, a CheckPoint oferece um aplicativo gratuito, o QuadRoooter Scanner, para você verificar se seu celular já está infectado. E sugere algumas precauções: baixe aplicativos apenas do Google Play, leia com atenção as permissões de cada app e não se conecte a redes wi-fi pouco confiáveis.