Clique e assine a partir de 8,90/mês

Anti-estupro , incomodada ficava sua avó

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h31 - Publicado em 28 fev 2002, 22h00

Rafael Kenski

Uma anestesista da África do Sul, país com uma das maiores taxas de violência sexual do mundo, está desenvolvendo um aparelho anti-estupro. É um cilindro de plástico e tecido que deve ser utilizado como se fosse um absorvente interno, mas que possui uma lâmina móvel em seu interior. Quando pressionada, ela se aciona e fatia as partes íntimas do estuprador.

Publicidade