GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Celular para falar e escrever

A família dos assistentes pessoais digitais, os PDAs, ganhou mais um filhote (SUPERINTERESSANTE ano 8, nº 1). Neste mês, está entrando no mercado americano o telefone celular Simon, criado pela IBM e distribuído pela BellSouth. O Simon não chega a ser um computador, mas é bem mais que um telefone – ele não tem sequer teclado, e sim uma tela de cristal líquido onde se toca para discar. Além de falar, o usuário de um Simon pode transmitir e receber fax, correio eletrônico e mensagens via pager.

Para transmitir fax, o Simon “tem um modem sem fio embutido. O usuário pode escrever na tela, com uma caneta especial, ou tocando as teclas. Se escrever manualmente, a pessoa que receber do outro lado da linha lerá a mensagem naquela caligrafia, pois o programa não a “traduz” para letras de forma. O celular cheio de acessórios vem ainda com funções de calendário, agenda eletrônica de telefones e compromissos, relógio, calculadora e bloco de anotações. O preço é tentador: menos de 1000 dólares.