Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Chip dorminhoco economiza energia

A empresa americana Intel criou um chip que conduz os computadores que estão ligados e não estão sendo usados a uma espécie de dormência, economizando de energia elétrica.

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h46 - Publicado em 31 dez 1992, 22h00

Humanos não podem dormir no local de trabalho quando não há nada para fazer. Os computadores podem. Ao constatar que 40% deles ficam ligados durante a noite e nos fins de semana, e também que eles não são utilizados 80% do tempo que permanecem ligados, a empresa americana lntel Corporation criou um novo chip que os conduz a uma espécie de dormência. Bastam alguns minutos fora de uso para eles “caírem no sono”. O computador normalmente gasta a mesma energia que uma lâmpada de 150 a 200 watts, mas, se puder cochilar, o consumo não passará de milésimos de 1 watt. Com essa econômica idéia, calcula-se que somente nos Estados Unidos seriam poupados US$ 1 bilhão até o ano 2000, pois 5% da energia comercializada no país é consumida pelos computadores. Compatível com os supercomputadores, que gastam até 440 megawatts por hora, o chip já está em fase de testes pela IBM. A maior fabricante de micros do mundo promete colocar os primeiros dorminhocos à disposição do mercado em meados deste ano.

Publicidade