GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Com olhos nas mãos

Ivonete D. Lucírio

Para se achar no escuro, o morcego usa ondas de ultra-som. Já os deficientes visuais desenvolvem o tato. Uma empresa inglesa juntou essas duas habilidades e fez uma bengala high tech. Além de identificar o que está à frente, é possível saber a que distância estão todos os objetos num raio de até 3 metros (veja infográfico). “Estamos agora criando uma luva com as mesmas funções do bastão, só que mais confortável”, diz o biólogo Dean Waters, um dos inventores.

O que você tem que saber

• Spatial Imager

• Disponível daqui a um ano

• Preço: não divulgado

• Sound Foresight Ltda.: 44 113 233 3444

Bengala-guia

Com ela, um cego pode identificar o que está em torno de si.

1. Ao redor do bastão há sensores que emitem ondas de ultra-som. Ao baterem em um objeto, as ondas são refletidas e captadas pela bengala.

2. No cabo há transdutores que interpretam o sinal e provocam uma trepidação. Se o objeto estiver à direita, apenas os transdutores desse lado vibrarão.