GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como funciona um download por torrent?

O BitTorrent estabelece uma rede de compartilhamento que privilegia sua própria ampliação. Mas ela é completamente dentro da lei

 (Marcus Penna/Mundo Estranho)

Baixar por torrent consiste em coletar fragmentos de um mesmo arquivo no computador de usuários que compartilham o conteúdo ou estejam fazendo download do mesmo documento. Isso é o que diferencia o compartilhamento por torrent de outras formas de download entre só dois usuários (peer to peer, ou P2P): a transferência de dados acontece entre vários computadores que disponibilizam o mesmo arquivo.

Numa transferência convencional, o usuário baixa o arquivo de apenas um servidor. A sacada do protocolo BitTorrent é que o download também é realizado a partir de computadores que contenham apenas partes do arquivo, e não somente de quem baixou ele inteiro.

Saiba como acontece o processo:

1) O arquivo com o final “.torrent” é armazenado na rede com dados sobre o seu download: em quantos e em quais fragmentos o arquivo está dividido, o endereço para compartilhamento etc.

2) A localização dos pacotes que formam o arquivo a ser baixado e a disponibilidade deles são indicadas por um tracker: um servidor que intermedia a conexão entre os usuários do protocolo (peers).

3) Um arquivo é dividido em pacotes de cerca de 250 kb, que podem ser transferidos fora de ordem, de várias fontes. Como é feito de pouco em pouco, o download também pode ser pausado e recomeçado de onde parou.

4) O tracker indica as partes do arquivo com menos cópias na rede. O download começa por pacotes mais raros, pois, assim, eles são “duplicados”: quem baixa essas partes também se torna um uploader delas. É por isso que o download via torrent começa lento e depois acelera.

5) Usuários que mantêm os arquivos baixados disponíveis viram seeders (semeadores). No sistema, quem compartilha muito tem mais velocidade de download. Por outro lado, quem só compartilha enquanto baixa é chamado de leecher (sanguessuga) e tem menos prioridade na rede.

 

Veja também

 

MAS É PIRATARIA?
Como é só um protocolo de compartilhamento de arquivos, o BitTorrent não tem nada de ilegal

Trocar arquivos pode! O que é fora da lei é compartilhar conteúdo com direitos autorais sem autorização. Por isso, trackers e sites de busca de arquivos “.torrent”, como o The Pirate Bay, são perseguidos. Apesar das intervenções da Justiça, o The Pirate Bay, continua no ar, indexando cerca de 4 milhões de arquivos. Para fugir das autoridades, o site já escondeu servidores em cavernas, quis comprar uma ilha e planeja guardar seu conteúdo literalmente na nuvem, em drones (aviões não tripulados guiados por GPS).

 

FONTES Folha de S.Paulo e BBC; sites Bit Torrent e The Pirate Bay

 

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
Aceito receber ocasionalmente ofertas especiais e de outros produtos e serviços do Grupo Abril.
Política de Privacidade