Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Como sobreviver a uma rebelião de robôs

Existem cada vez mais robôs de guerra,programados para perseguir e matar alvos humanos.E se, um dia, eles saírem do controle?

Por Pedro Burgos Atualizado em 9 jun 2017, 19h08 - Publicado em 30 jun 2006, 22h00

Atenção ao comportamento!

Robôs não têm expressões faciais ou linguagem corporal, o que faz deles criaturas assustadoramente menos previsíveis que nós. Desconfie quando notar algo diferente. Enquanto for tempo, ainda dá para controlá-lo. Se não conseguir, fuja. Lutar contra uma criatura mais forte e com mais recursos tecnológicos que você é uma tarefa ingrata.

Sattu/Superinteressante

Apague o rebelde

Todo robô que interage e pode machucar humanos (como os cortantes, em fábricas) tem uma alavanca de emergência que o trava em caso de ameaça. Confira se esse interruptor está funcionando ou se ele foi arrancado pelo rebelde.

 

Continua após a publicidade

Rode o antivírus

Quando possível, conecte o robô a um computador e vasculhe a memória em busca de alguma ordem não programada. Robôs não saem da fábrica com desejo de matar pessoas. Mas um vírus pode bagunçar suas prioridades.

 

Continua após a publicidade

Faça o teste da cerveja

Todo robô é feito para obedecer ao comando humano. Por isso, dê uma ordem, qualquer ordem, a seu servo de lata. Mande-o pegar uma cerveja, por exemplo. Se ele não voltar com a gelada, é porque a revolução começou.

 

Continua após a publicidade

PLANO DE FUGA

Finja não ser humano

Os sistemas robóticos de análise facial são ótimos. O japonês Asimo, celebridade da categoria, reconhece pessoas comparando o que vê com um arquivo de imagens. Tente enganá-lo usando capuz e óculos espalhafatosos.

 

Continua após a publicidade

Mude sua temperatura

Robôs são frios; humanos, quentes. Confunda o detector de calor deles com folhas de alumínio dentro da calça, melecando o corpo com lama e usando colares de um metal frio. Gelado, você pode ser percebido como robô.

 

Continua após a publicidade

Sebo nas canelas

O “preparo atlético” dos robôs não é dos melhores. Dificilmente você será alcançado numa corrida. Se perseguido, saia do asfalto ou suba escadas: os cálculos que o robô terá de fazer para andar nesses terrenos vão atrasá-lo.

 

Continua após a publicidade

Imagem sem crédito e fonte

Engane a inteligência artificial

Armas guiadas por cérebros artificiais atiram calculando a provável trajetória do alvo. Vá a um ponto e saia correndo no sentido oposto. Se o robô se aproximar, dê voltas ao redor dele. O sensor de distância entrará em curto.

 

Continua após a publicidade

PLANO DE LUTA

Contra robô, vale dedo no olho

Câmeras são os olhos do robô e a parte mais exposta de sua estrutura. Mire nelas, bata com um pedaço de metal pontiagudo ou jogue água e terra. Como robôs não têm dedos, eles terão dificuldade para limpar a sujeira. Você pode dar o azar de ser perseguido por um do tipo “modular”, capaz de se dividir em dezenas de pedacinhos e depois se reconfigurar – os protótipos da Universidade de Dartmouth, no EUA, parecem formados por milhares de peças de Lego. Nesse caso, jogue areia ou poeira enquanto ele estiver mudando de forma. Ele literalmente vai trocar os pés pelas mãos ao tentar voltar ao normal.

 

Continua após a publicidade

Fonte: How to Survive a Robot Uprising (“Como Sobreviver a uma Rebelião de Robôs”, sem tradução em português), de Daniel H. Wilson, Ph.D em robótica.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)