GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Conheça o computador de R$ 60

Ele se chama Raspberry Pi, tem aproximadamente o tamanho de um cartão de crédito e custa menos do que almoçar num restaurante bacana.

Bruno Garattoni e Fernando Badô

O QUE ELE TEM
A máquina vem com processador de 700 MHz e 256 mega de memória RAM. É uma configuração muito modesta, comparável à do iPhone 3GS. Mas é suficiente para rodar o sistema operacional (Linux) com agilidade invejável: leva apenas 25 segundos para ligar. É mais rápido do que muitos computadores Windows e Mac.

O QUE ELE NÃO TEM
O Raspberry (framboesa, em inglês) vem `pelado¿, ou seja, só a plaquinha. O case de plástico, opcional, custa R$ 24. Também é preciso providenciar o mouse, o teclado, o monitor e um cartão de memória do tipo SD, o mesmo usado em câmeras (R$ 10). Se você quiser ligar um HD externo, vai precisar de um hub USB (R$ 20).

COMO FUNCIONA
Usando o seu computador atual, você entra no site do Raspberry Pi e baixa o sistema operacional. A instalação é tranquila (bem mais fácil do que instalar o Windows). O sistema também é fácil de usar e já vem com o navegador Firefox e um editor de texto básico. Também dá para rodar os aplicativos do Google Docs, pela internet.

PARA QUE SERVE
O Raspberry é comercializado por uma fundação sem fins lucrativos. Foi pensado para uso em escolas, mas também vai bem em casa – você pode usá-lo como desktop ou como media center (ele roda vídeos em Full HD sem engasgar).

Raspberry Pi, Na Europa: R$ 60, raspberrypi.org

1. TUDO EM FOCO
Esta câmera tem um novo tipo de sensor, que capta 11 milhões de feixes de luz. Resultado: todos os elementos das fotos, dos mais próximos aos mais distantes, ficam sempre em foco. O ponto negativo é a resolução, apenas 1,2 megapixel.

Lytro, Nos EUA: R$ 725, lytro.com

2. MÃOS AO ALTO
Chega de tirar o celular ou MP3 do bolso toda vez que quiser trocar de música. Basta deslizar o dedo pela lateral deste fone, sensível ao toque. Ele também pausa automaticamente a música quando tirado da cabeça. Funciona em Android e iOS.

ZIK Parrot, Nos EUA: N/D, parrot.com/zik

3. ALÔ, HIPSTERS
Usar um iPhone em público não é mais símbolo de status. Muita gente já tem um. E agora, o que fazer se você quiser se destacar na multidão? Usar este gancho retrô – que vem em cores berrantes e se conecta ao iPhone pelo plugue de áudio.

Pop phone, No Brasil: R$ 199, popphonebrasil.com

4. PALAVRA DE HONRA
No século 19, o dramaturgo inglês Edward Bulwer-Lytton criou uma frase famosa: “A caneta é mais poderosa do que a espada”. Às vezes, literalmente. Esta aqui tem uma ponta ultradura, projetada para uso em autodefesa.

Tactical Pen, Nos EUA: R$ 67, smith-wesson.com

5. GPS à MODA ANTIGA
Ele mostra a hora angular, que permite se orientar pelas estrelas, e também exibe o tempo solar, que ajuda a localizar a posição dos astros. Você não sabe usar nada disso? Bom, também é um relógio muito estiloso.

HWM Firmamentum, Nos EUA: N/d, hwm-watch.com

6. MEIO DE TRANSPORTE
Ele é dobrável e fica com apenas 35 cm de comprimento quando fechado. E sua prancha é de alumínio, mais leve que a madeira dos skates comuns. Ideal para levar na mochila e usar no dia a dia.

Snap Skateboard, Nos EUA: R$ 215, atiusa.biz

COMO
Tirar fotos que se mexem e com efeito retrô

Passo 1 – Instale o aplicativo Cinemagram (cinemagr.am). Ele é gratuito e funciona em iOS (ainda não tem versão para Android).

Passo 2 – Clique em “Capture” e grave um microvídeo de 3 segundos.

Passo 3 – Escolha um filtro visual para deixar a imagem mais bonita (o app oferece vários retrô, ao estilo Instagram). O resultado fica bem legal: uma foto em que as coisas se mexem.