GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Estação espacial inflável

Grupo de cientistas do laboratório Lawrence Livermore, na Califórnia, propôs um projeto alternativo para o estabelecimento de uma base lunar e o envio de homens a Marte que consiste em utilizar estruturas infláveis tanto para a base lunar como para a estação orbital, que seria montada em módulos.

No vigésimo aniversário da descida do homem na Lua, ano passado, o presidente americano George Bush disse que os Estados Unidos devem preparar o estabelecimento de uma base lunar e o envio de um homem a Marte. Os mais céticos não levaram a sério a proposta porque ela custaria cerca de 400 bilhões de dólares em três décadas – três vezes a dívida externa brasileira. Um grupo de cientistas do laboratório Lawrence Livermore, na California, propôs um projeto alternativo, que custaria apenas 40 bilhões de dólares: utilizar estruturas infláveis, tanto para montar a base lunar como para uma estação orbital que faria as vezes de escala obrigatória de reabastecimento das naves em viagem.

As estruturas seriam confeccionadas em Kevlar, uma fibra muito resistente e muito leve, no lugar das estruturas grandes e pesadas feitas de metal, previstas na proposta original. A estação inflável, por exemplo, seria lançada espaço a bordo de um único foguete. E consistiria em sete módulos, cada um medindo 5 metros de largura por 15 de comprimento, capaz de abrigar uma tripulação de cinco astronautas.