Clique e assine a partir de 8,90/mês

Estudante de engenharia cria próteses robóticas feitas com Lego

David Aguilar, de 19 anos, constrói próteses para o próprio braço há uma década. Seu objetivo é criar opções mais baratas para quem precisa

Por Rafael Battaglia - 13 fev 2019, 17h14
Hand Solo/YouTube

O jovem David Aguilar possui uma condição genética rara. Natural de Andorra, um principado de 80 mil habitantes entre a França e a Espanha, ele nasceu sem o seu antebraço direito. Mas isso não o impediu de brincar de Lego. O passatempo evoluiu e, hoje, David desenvolve próteses robóticas 100% feitas com as pecinhas.

View this post on Instagram

We are humans, right❔

A post shared by David Aguilar Amphoux (@handsolo99) on

Continua após a publicidade

David começou a montar próteses com Lego desde cedo. Aos nove anos, ele já ignorava os manuais de construção convencionais e combinava as peças de diferentes brinquedos para criar versões rudimentares. No vídeo abaixo, é possível ver a evolução do seu trabalho:

Hoje, David, aos 19 anos, é estudante de bioengenharia na Universidade Internacional da Catalunha, na Espanha. Suas últimas quatro próteses possuem motores elétricos que permitem a movimentação do cotovelo e dos dedos e são identificadas com o código MK seguido de um número – uma homenagem ao Homem de Ferro, que faz o mesmo com as suas armaduras.

As referências à cultura pop não param por aí. David compartilha suas invenções, por meio de suas páginas no Instagram e no YouTube, sob a alcunha de “Hand Solo”, um trocadilho com a palavra “hand”(“mão”) e Han Solo, personagem de Star Wars.

Depois da faculdade, David planeja seguir na área para desenvolver modelos mais baratos e acessíveis. “Eu gostaria de dar uma prótese a quem precisa”, disse o estudante à Reuters. Peça por peça, tudo é possível.

Continua após a publicidade
Publicidade