GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Grande Atrator ganha forma

Astrônomos suspeitam há alguns anos que os corpos celestes da Via Láctea e das galáxias vizinhas estão sendo puxados para um mesmo ponto do espaço chamado Grande Atrator.

Os astrônomos suspeitam há alguns anos que os corpos celestes da Via Láctea e das galáxias vizinhas estão sendo puxados inexoravelmente para um mesmo ponto do espaço na direção da constelação de Hidra-Centauro, mas alguns milhões de anos-luz mais adiante. O Grande Atrator, como foi chamado o lugar, seria uma incalculável concentração de massa, provavelmente resultante de um enxame de galáxias, impossíveis de serem observadas porque estariam no mesmo plano da Via Láctea. Agora, pesquisadores australianos que trabalharam no rádio observatório de Canberra afirmam ter localizado indiretamente o Grande Atrator a 240 milhões de anos-luz da Terra.

Isso foi possível indiretamente pela análise da velocidade de expansão de grande número de galáxias naquela direção. Segundo esses observadores, o Grande Atrator teria um formato irregular, lembrando um novelo de cordas enroladas como um cilindro. Segundo os astrônomos, as pesquisas sobre o Grande Atrator têm importantes conseqüências para os estudos sobre a posição das galáxias e a densidade da matéria do Universo.