Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Mestre com dotes cibernéticos

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h34 - Publicado em 31 ago 1998, 22h00

A informática entrou nas escolas pela porta da frente, como disciplina indispensável nos currículos. Agora, começa a mudar o conceito de aula.

Pelo menos no Colégio Objetivo, de São Paulo, onde três salas superfuturísticas passam a funcionar neste semestre. Em vez da lousa, um telão eletrônico.

No lugar de cadernos, micros, com editor de texto e navegador para Internet. Tudo o que é mostrado no telão aparece instantaneamente na tela do aluno. Pode ser um trecho de um vídeo, um site ou as anotações do professor. Esqueça a possibilidade de se distrair com joguinhos: de sua mesa, o mestre tudo vê.

Aprendizado on-line

Professor e alunos unidos pela eletrônica.

Unidade de operação

Continua após a publicidade

De sua mesa, o professor controla o conteúdo de cada micro.

Lousa eletrônica

O mapa aceita anotações, que são transmitidas para os demais micros.

Estação do aluno

A aula pode ser gravada em disquete.

Continua após a publicidade
Publicidade