Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Nave pode desviar asteroides da Terrac

Cientistas criam satélite de 10 toneladas para defender o planeta

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h47 - Publicado em 15 abr 2011, 22h00

Um asteroide que atingiu a Terra, 65 milhões de anos atrás, foi o responsável pela extinção dos dinossauros. E o mesmo pode acontecer, qualquer dia, com a humanidade – que tem a obrigação de fazer alguma coisa para se defender. Um grupo de engenheiros da EADS Astrium, empresa que fabrica as naves da Nasa e da Agência Espacial Europeia, resolveu dar o primeiro passo: criou uma espécie de satélite que poderá ser usado para salvar a Terra.

A ideia do projeto, que ainda não tem data para começar, é usar a força da gravidade, ou seja, a tendência que os objetos têm de se atrair mutuamente. A nave interceptaria o asteroide e ficaria voando ao lado dele, a 50 metros de distância. Com isso, sua massa atrairia a massa do asteroide – cuja trajetória seria desviada, pouco a pouco, para longe da Terra. Como o processo é lento, a nave precisaria ser lançada 20 anos antes de o asteroide bater na Terra.

Parece muita antecedência, mas não é: a Nasa tem um sistema de monitoramento, o Near Earth Object Program, que é capaz de detectar o perigo a tempo. Ele monitora 1 080 asteroides considerados “potencialmente perigosos”, dos quais o que mais tem chamado a atenção é o Apophis – que tem 1 chance em 250 mil de acertar a Terra em 2036. “A questão não é se um asteroide vai nos atingir. E sim quando isso vai acontecer”, afirmou o cientista Ralph Cordey, um dos criadores da nave, ao jornal inglês Daily Telegraph.

Publicidade