GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O CD-ROM, nãoo pode ser regravado

O que é e como funciona o CD-ROM?

Ele pode ser infectado por algum tipo de vírus?

O CD-ROM é um disco Com informações que podem ser interpretadas por um computador, desde que ele tenha um leitor especial para isso. A sigla significa Compact Disc Read-Only Memory, ou disco compacto cuja memória pode ser lida, mas não alterada. Ou seja, não é possível gravar novos dados nele.

Um CDROM é do mesmo tamanho que um CD musical comum e a forma de funcionamento também é parecida. A diferença é que no CD musical estão gravados sinais que serão transformados em sons e no CD-ROM há textos, imagens (fotos, vídeos e animação) além do som. Para Usar todos esses recursos do CDROM é preciso que o computador tenha um kit. multimídia. .Um leitor de CD-ROM pode “ler” o áudio de um CD comum. Se você colocar um CD dos Beatles, por exemplo, mo leitor de CD-ROM, o computador “tocará” as canções.De maneira simplificada, um CD-ROM funciona assim.:

Um feixe de laser passa por um prisma e, depois de focado, atinge a superfície do disco. Essa superfície é coberta por uma fina camada de alumínio e possui pequenas reentrâncias (chamadas pits). Quando o laser passa por um fotodetector (veja ilustração). A parte do laser que passar fora das reentrâncias é dispersado. Assim, não é refletido de volta e não atinge o fotodetector. Portanto, não é registrada. O computador transforma essa seqüência de laser refletido e não refletido em números. A luz refletida é 1 e a luz espalhada é 0. Isso Se chama código binário, que é a linguagem usada por todos os computadores hoje. O computador interpreta o código e o transforma nas informações que aparecerão na tela.

Um único CD-ROM é capaz de armazenar 650.megabytes. Cada megabyte tem um milhão de bytes, que é a unidade de armazenamento de dados do computador. Um disquete comum de 3,5 polegadas (tamanho pequeno) tem capacidade para apenas 1,44 megabyte.

A única forma de se “infectar” um CD-ROM com vírus é quando está sendo produzida a matriz que dará origem aos outros discos. Os discos infectados poderão contaminar o disco rígido dos computadores onde forem colocados. É raro, no entanto, que isso aconteça.

O vírus de computador é um programa criado com a função de se espalhar, “infectando” outros computadores. Só que o CD-ROM, depois de pronto, não permite que se copie nada nele, não podendo assim receber ou transmitir Vírus.

O CD-ROM não é gravado com tecnologia magnética (como acontece com os disquetes comuns), mas de forma física. Ou seja, os sulcos, ou pits, que foram “esculpidos” em sua superfície não poderão ser apagados ou modificados sem que o disco seja destruído ou danificado.