GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O fracasso – e a redenção – dos cursos online

Quando os MOOCs (massive open online courses, ou cursos online gratuitos maciços) surgiram, a esperança geral era de que dariam acesso irrestrito à educação – incluindo para comunidades remotas nas regiões mais pobres do mundo. Mas logo se observou que os usuários só costumam completar 4% do curso em que se matriculam. Uma nova pesquisa, no entanto, mostra o perfil das pouquíssimas pessoas que assistem às aulas até o final: são professores. De acordo com a pesquisa, a maior parte de quem se forma nos MOOCs tem um diploma universitário e dá aulas. Assim, funciona como aperfeiçoamento profissional.

Leia mais:
Luzes de Natal podem atrapalhar a sua internet sem fio
Conheça o Li-Fi, cem vezes mais rápido que o Wi-Fi