GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O último suspiro de luz na boca do buraco negro

Astrônomos americanos, usando o Telescópio Espacial Hubble, estão conseguindo levantar um pouco o pano sobre o mistério dos quasares – objetos “quase-estrelas”, só que com um brilho centenas de bilhões de vezes superior. Eles fotografaram galáxias a cerca de 1,5 bilhão de anos-luz da Terra. E encontraram quasares brilhando no centro de todas elas. Segundo John Bahcall, do Instituto de Estudos Avançados de Princeton, New Jersey, os pontos brilhantes podem ser o último suspiro de estrelas caindo num buraco negro. Há pouco, achava-se que os quasares só apareciam em violentos choques de galáxias. Mas o Hubble mostrou que eles existem também em cenários calmos. Isso quer dizer que toda galáxia deve ter um buraco negro no centro. Ele se acende em quasar geralmente em galáxias jovens, que ainda têm bastante material para alimentá-lo. Nas mais antigas, onde o buraco já comeu tudo o que tinha ao seu redor, o quasar está hoje apagado. Só vai se reacender se uma colisão com outra galáxia realimentá-lo.