GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Papiros egípcios antigos agora na Internet

Um consórcio de seis universidades americanas iniciou um projeto de 1,2 milhão de dólares para pôr na Internet cerca de 21 000 fragmentos de papiros egípcios de mais de 2 000 anos de idade. Os documentos incluem uma larga coleção da Universidade da Califórnia, em Berkeley. Eles estão lá há quase um século, cuidadosamente preservados no porão. Alguns são tão frágeis que jamais foram expostos ao público. Os papiros foram coletados numa expedição de 1899 a Fayyum, na região oeste do Egito. Os arqueólogos os encontraram envolvendo o corpo de centenas de crocodilos mumificados, numa espécie de cemitério. Os antigos acreditavam que dessa maneira esses animais, considerados sagrados pela religião local, teriam entrada garantida no paraíso. A lenda egípcia não se confirmou. Somente os papiros foram guardados. As múmias de crocodilo, coitadinhas, acabaram mesmo na lata de lixo. Para conferir a coleção de papiros na Internet, basta digitar:

http://scriptorium.lib.duke.edu/papyrus.