GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

PC

IMAC – Bonito de ver – R$ 8 990

Com design caprichado, o maior iMac fabricado pela Apple nem parece computador. A tela wide-screen de 24 polegadas impressiona tanto na hora do trabalho como na diversão – dá para assistir a dvds como se estivéssemos diante de uma autêntica TV de tela plana. O tudo-em-um da Apple tem um gabinete que contém do monitor ao gravador de dvd e às caixas de som. Por isso, tem poucos fios. E, como já sai da loja com conexão sem fio à web, dá para usá-lo apenas ligando-o à tomada. A Apple vende modelos menores, com telas de 17 e 20 polegadas. Todos custarão mais que um pc com poder equivalente, mas é o preço do charme.

Você vai querer! – Design; tela grande wide-screen; conexão nativa com redes sem fio.

Fique esperto! – Você vai pagar caro pelo design.

Guia de compras

Lenovo ThinkCentre E50 8773-DEP00 – Para começar – R$1 929

O desktop da Lenovo tem memória e processador que dão para o gasto na hora de navegar na internet, ouvir músicas e trabalhar com documentos do Word ou Excel. Pena que não vem com alguns itens que hoje são básicos, como o leitor de dvd. E o monitor precisa ser comprado à parte.

Você vai querer! – Pc barato para quem precisa dos recursos básicos.

Fique esperto! – Itens básicos são vendidos separadamente.

Dell XPS 700 – Força bruta – Nos EUA R$ 1 999

Este é o modelo da Dell feito para usuários exigentes: os fãs de games. Vem com memória e discos de alto desempenho e bastante espaço para expansões, tanto interna como externa. A versão mais simples vem com placa de vídeo nVidia GeForce 7900 GS de 256 megabytes e monitor de LCD de 20 polegadas. O visual negro, decorado com luzes azuis ou vermelhas, reforçam o estilo agressivo.

Você vai querer! – Para rodar os games mais modernos com folga.

Fique esperto! – Pecado: não vem com um bom conjunto de caixas de som.

Semp Toshiba STI Gamepc GP-1533 – R$ 5 840

A estação de games da Semp Toshiba vem recheada de acessórios, a começar pela placa de vídeo nVidia 7600GT com 256 megabytes para turbinar os jogos. Processador Intel de última geração, leitor de cartões de memória 6 em 1, conexão para monitor digital e joystick estão incluídos no pacote.

Você vai querer! – Configuração completa; placa de vídeo independente.

Fique esperto! – Se você só quer jogar, um videogame de última geração é mais barato.

Mac mini MA608 – R$ 3 399

Alternativa mais econômica para entrar no mundo Apple, o Mac Mini ganhou uma versão com processador duplo da Intel. É extremamente compacto – o micro se resume a uma caixa com 5 cm de altura e 16 cm de lado –, mas não vem nem com monitor, nem teclado, nem mouse, que podem ser reaproveitados de outro computador.

Você vai querer! – É o micro mais barato da linha Apple; já vem pronto para uso em redes sem fio.

Fique esperto! – Por ser mais barato, o Mac Mini não vem com teclado, mouse e monitor.

HP Pavilion b1060 – R$ 3 699

Apesar de ter desempenho adequado para escritórios, o Pavilion b1060 traz recursos interessantes para uso caseiro, como o sintonizador de TV e FM com controle remoto. Vem com dois drives ópticos que permitem fazer cópia direta de um dvd para outro. Para games, a HP oferece a placa de vídeo ATI Radeon 9550 com 256 megabytes de memória.

Você vai querer! – Para ver TV e ouvir rádio sem sair do escritório.

Fique esperto! – O monitor não está incluído no preço do pc.

Dell Precision 390 – R$ 4 846

A estação de trabalho da Dell para aplicações profissionais tem gabinete planejado que permite inúmeras expansões e configurações. Uma turbinada na hora da compra, na verdade, é quase obrigatória: a configuração recomendada é relativamente humilde, com disco de 80 gigabytes e placa de vídeo com 128 megabytes de memória. Pelo preço, também poderiam ter incluído o mouse óptico como item de série.

Você vai querer! – Porque é simples trocar componentes e deixar o pc mais poderoso, se precisar.

Fique esperto! – Teclado e mouse da configuração inicial não são lá muito bons.

Itautec Infoway Tiny Tower IN526 – R$ 1 739

Esta versão do Tiny Tower é uma opção mais em conta para quem deseja um micro compacto, com monitor LCD, sem gastar muito. A economia tem um porém: o computador da Itautec vem com o sistema operacional Librix, uma versão do Linux , que pode ser mais difícil de usar para quem não tem muita intimidade com pcs.

Você vai querer! – Vem com monitor LCD de 17 polegadas e não custa uma fortuna.

Fique esperto! – O Linux é um tanto mais complicado de usar que o Windows XP.

Positivo Plus XP 25 SL – R$ 3 299

O Positivo Plus vem pronto para encarar o uso caseiro, com jogos, downloads e navegação na internet. Vem completo, com gravador de dvd e tela de cristal líquido e design na cor preta. Com tantos recursos, só faltou um disco rígido maior.

Você vai querer! – Tem processador de última geração e monitor de cristal líquido.

Fique esperto! – Se você quer baixar músicas e filmes, pode precisar de um hd maior.

Escolha certa

O essencial e o dispensável para o seu equipamento

Processador

A peça mais importante na hora de definir a potência de um pc. Se o bolso permitir, invista em processadores com núcleo duplo, como o Intel Core Duo. Esses processadores encaram duas aplicações ao mesmo tempo, o que aumenta a velocidade da máquina.

Sistema

O Windows é o mais usado e funciona bem para navegar na web, mandar e-mails, trabalhar e jogar. Gente da área criativa, como fotógrafos e designers, são bem atendidos pelos micros da Apple. O Linux é opção ao Windows, mas pode ser complicado para quem não tem muita intimidade com computadores.

Monitor

A escolha de um modelo convencional, de tubo, só se justifica se a grana estiver curta. Caso contrário, prefira os de tela fina (LCD), que cansam menos os olhos e economizam energia. Os modelos de 17 polegadas são os de melhor relação custo/benefício

Memória

O mínimo para o computador funcionar são 256 megabytes. O uso eficiente do pc começa com memória de 512 megabytes. Quanto ao disco rígido, 80 gigabytes pode ser pouco para quem costuma baixar arquivos da internet; dependendo do orçamento pode ser mais vantajoso pular para um hd com pelo menos o dobro disso Drive óptico /// Os gravadores de dvd já não são tão caros e podem ser uma mão na roda na hora de fazer cópias de segurança dos arquivos armazenados no pc.

Conexões

A maioria dos micros traz apenas conexão de rede e portas USB. O velho modem é item opcional. Os micros da Apple estão à frente, pois oferecem conexão com redes sem fio wi-fi e Bluetooth, de fábrica.

Placa de vídeo

A qualidade e a fluidez da imagem, principalmente em jogos, dependem muito do processador e da memória. Micros mais em conta costumam dividir a memória principal entre o vídeo e os aplicativos. A solução que dá mais desempenho é adicionar ao pc uma placa gráfica com memória e processador dedicados.

Placa de som

Todo micro tem som integrado, mas a qualidade nem sempre é das melhores. Quem busca som de primeira pode comprar placas de áudio, que transformam o pc em home theater com som surround.

Teclado e mouse

Mais precisos e duráveis, os mouses ópticos, que usam um sensor no lugar das antigas bolinhas de borracha, são obrigatórios. Quem digita muito vai preferir teclados ergométricos, com design que facilita a digitação.

Tendência

Futuro não é mais como antigamente

Você acha que os computadores fazem de tudo? Um dia eles ainda vão conversar com você e até traduzir idiomas

Robinson N. dos Santos

Agora que temos computadores que cabem no bolso, telas que parecem de cinema e conexão sem fio com a internet, que mais poderíamos querer? Muita coisa. Nosso computador não bate papo, como o HAL 9000 de 2001 – Uma Odisséia no Espaço (1968), nem traduz automaticamente todos os idiomas, como a máquina do seriado Star Trek (1966). Ainda.

Não deixa de ser irônico que a principal forma de comunicação com o computador ainda seja um teclado cujo layout foi concebido em 1872 para máquinas de escrever. Já em 1997 o pesquisador David Stork, ex-professor de Stanford, admitia em seu livro HAL’s Legacy (“O Legado de HAL”, sem tradução no Brasil) que “os problemas que julgávamos difíceis eram fáceis. E os que pensávamos fáceis [como linguagem natural e reconhecimento de voz] eram difíceis”.

Stork não desistiu. Trabalha no Vale do Silício com análise de padrões – uma área que abraça temas tão variados quanto reconhecimento da voz, processamento de imagens, leitura de texto impresso e modelagem de conhecimento. Tudo isso pode parecer ficção, mas a preocupação é mais, digamos, pé-no-chão. A análise de padrões preocupa-se com problemas urgentes em segurança, saúde e uso da internet, como a filtragem de spam, a análise de tomografias e a identificação de pessoas com base em partes de seu corpo.

Outra promessa da computação, a tradução universal – que tantas vezes salvou os tripulantes da nave Enterprise em Star Trek (1966) – tem percorrido um caminho tortuoso. Por décadas os sistemas, baseados em regras, deixaram a desejar. Agora cientistas tentam a estatística. As novas máquinas de tradução levam em conta o contexto no qual a palavra aparece em textos traduzidos por humanos.

Quem desponta na área é o Google, que contratou Franz Och, da Universidade do Sul da Califórnia e ex-aluno de um dos pioneiros da tradução estatística, Kevin Knight.

Um computador falante, poliglota e que reconheça o dono vai precisar de muita energia. Para esse problema, pesquisadores dizem ter a solução: células de combustível. Aliadas a um gerador de hidrogênio, elas seriam capazes de fornecer até 5 vezes mais energia que as baterias comuns. Diversos combustíveis têm sido testados, de metanol a óleos vegetais. Recentemente cientistas da Universidade Estadual do Arizona, liderados pelo químico Don Gervasio, mostraram um gerador alimentado por um composto chamado borohidreto, tido como “mais seguro” que as opções anteriores.

Todas essas habilidades combinadas poderão fazer com que o computador possa ler, conversar, aprender e funcionar por horas sem precisar de recarga. Aliadas à miniaturização de componentes e à comunicação sem fio de longo alcance, o computador do futuro poderá ser um relógio ou um pequeno broche, que se comunicará com o dono e repassará as tarefas mais pesadas para computadores maiores, ligados à internet. Enquanto isso não acontece, o jeito é escolher o teclado mais confortável possível.