Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Por que não existe lista telefônica de celulares?

Portanto, todos os 108,5 milhões de usuários de celular precisariam ser consultados para autorizar ou não a inclusão de seu nome na tal lista.

Por Da Redação Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 31 out 2016, 18h50 - Publicado em 30 set 2007, 22h00

Rafael Tonon

A justificativa oficial recai sobre a lei. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) considera a telefonia móvel um serviço essencialmente individual e pessoal. Portanto, todos os 108,5 milhões de usuários de celular precisariam ser consultados para autorizar ou não a inclusão de seu nome na tal lista. Nada do outro mundo, já que a compra de um telefone exige o preenchimento de um cadastro.

Acontece que a divulgação dos números não interessa nem às operadoras nem a uma boa parcela dos donos de aparelhos. Para os usuários, a lista telefônica deixou de ser um instrumento essencial na localização de pessoas e serviços – a internet oferece buscadores e comunidades que cumprem essa função. E as operadoras enfureceriam os usuários ao publicar o catálogo. Isso porque é o cliente quem paga a tarifa interurbana quando leva o celular para viajar – quem liga, afinal, não tem a obrigação de saber das viagens alheias. É ok pagar roaming quando um amigo ou parente telefona… mas imagine se todos os operadores de telemarketing de São Paulo ligassem para o seu celular mineiro durante as suas férias no Ceará.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.