GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Um segredo atrás do outro

A Eta Carina não pára de intrigar os astrônomos. A última surpresa da estrela é um súbito brilho exagerado.

Thereza Venturoli

Ela é cheia de caprichos. A estrela Eta, da Constelação de Carina, já recebeu o título de maior astro do Cosmo, pois sua massa é 100 vezes maior que a do Sol. Aí estava seu primeiro mistério. Ninguém entendia como um corpo tão grande se mantinha inteiro, sem se estraçalhar sob seu próprio peso. O astrofísico Augusto Damineli, do Instituto Astronômico e Geofísico da Universidade de São Paulo, matou a charada. Ele descobriu que a Eta é formada por duas estrelas, uma girando em torno da outra, ambas imersas num imenso envelope de gás e poeira resultante de uma explosão observada aqui da Terra há 150 anos. A identidade da dupla só foi desmascarada em janeiro de 1998, quando os dois corpos se alinharam. Nesse momento, uma estrela escondeu a radiação emitida pela outra. Ficou claro assim que ali existiam duas companheiras. Agora surgiu um novo enigma: de 1995 até hoje, o brilho aparente da Eta dobrou de intensidade. Damineli tem nova explicação. Como toda estrela, as irmãs também lançam constantemente partículas ao espaço, na forma de vento estelar. Quando elas se encontraram, em 1998, os ventos trombaram e se condensaram numa parede de poeira (veja abaixo). “Essa parede agora está por trás das estrelas, refletindo a luz como um espelho”, explicou ele à SUPER. O astrofísico aposta nessa teoria, mas sabe que a superestrela deve, logo, logo, propor novo enigma. “É o astro mais matreiro que conhecemos”, brinca Damineli.

Espelho poeirento

Veja como uma parede de poeira aumenta o brilho aparente da estrela dupla.

No centro desta imensa nuvem, existem duas estrelas girando uma em torno da outra

1. Em janeiro de 1998, as duas irmãs ficaram muito próximas. As partículas lançadas por elas colidiram violentamente e formaram uma parede de poeira.

2. À medida que a estrela maior continuou seu caminho em torno da irmã, a parede foi sendo arrastada.

3. Hoje a parede está atrás dos dois astros, refletindo mais luz em direção à Terra. Por isso Eta Carina parece mais brilhante.