GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

2 minutos para entender – Desigualdade Racial no Brasil

Entenda por que estamos longe de ser igualitários em um país onde o preconceito racial atinge mais da metade da população

Segundo o IBGE, negro é aquele que se identifica como preto ou pardo. A cada 12 minutos, um negro é assassinado no Brasil. Não para por aí: a cor da sua pele influencia na sua educação, saúde e renda.

Assista também:

2 minutos para entender – Cultura do Estupro
2 minutos para entender – O que faz um vereador
2 minutos para entender – A política em 2016
2 minutos para entender – Congresso Nacional

Tudo sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Paráclito Quito Brazeiro de Deus

    A situação é degradante para a maioria de nossa população classificada como negra ou parda no Brasil. Mas temos que resistir, lutando sempre por mais inclusão e igualdade.

    Curtir

  2. Assets!?My god,darling Vix,you have 'em in spades!!!!I am sooooo envious of your pin up scores!G would wet himself for that belt!Too divine!Those cocktail mar!Ors!eHkLooking damned hot,Ms Vix!Sweet flower!Yep,dig those old school faxy minxs,when women were real!!!Huzzah!LOVE HelgaXXX

    Curtir

  3. Durumlara ‘böyle’ bakma modasına bayılıyorum. “Her sorun bitti, sıra buna mı geldi?” derler, sayfalarca ‘bu’nu yazarlar. Sıra aramayacağız, bir yandan “açlıkla, terörle, çocuk kaçakçılığıyla” mücadele edeceÄŸiz, bir yandan “bayan” demeyeceÄŸiz, kendimize dedirtmeyeceÄŸiz. Biraz dilbilgisi çalışacağız, ne zaman ‘bayan’ denir, ne zaman denmez; niye kimileri ‘kadın’ diyemez; niye kimileri bana ‘bayan’ diyebilirsiniz der… biraz da bunları düşüneceÄŸiz.

    Curtir

  4. I such as the important details you deliver inside your article content.I will bookmark your site and examine yet again the following consistently.I am particularly guaranteed I’ll find out a whole lot of recent things appropriate right here! High-quality luck to the following!

    Curtir

  5. Certainly, just we can’t but just imagine the child psychology during these wars and just image a child who has gone through all this and how the child will grow up and what will become in the future. Why don’t the elder people think like that.VA:F [1.9.20_1166]

    Curtir

  6. kavita- what say you regarding breast implants– any experience, recommendations… did your men like them? the squeeze test, did they pass? for all sannyas women, this is important.

    Curtir

  7. Superb information here, ol’e chap; keep burning the midnight oil.

    Curtir

  8. Club SFR-Android:BonjourSamsung vient de mettre a disposition une nouvelle mise a jour en 4.0.4 disponible via KIES et en OTA pour le GNOTE Francais. Sfr va t’il nous la mettre en dispo et Quand.Pour info apparemment la mise a jour règle pas mal de bug qui ont apparue suite a la mise a jour en 4.0.3 .Merci D’avance.

    Curtir

  9. Matsinhahu ahmad mahmed

    MENTIRA dos SQUERDISTAS! Por acaso seu filho branco ou os pais de filhos brancos expulsam os negros da escola? NÃO claro que não! E que “índices” são esses? Sou branco e minha vida jamais foi fácil! Se ser branco fosse ser superior eu teria uma vida fácil. E de onde vocês tiraram estes números? Tudo falso! Não tem fonte. O governo encomendou isso. Deveria ser crime instigar a briga entre etinias.

    Curtir

  10. Matsinhahu ahmad mahmed

    Essa revista caíu totalmente no descrédito. Comprada, mídia fake!

    Curtir