Clique e Assine por apenas 8,90/mês

Por que não tomar decisões de barriga vazia, segundo a ciência

Fazer escolhas impulsivas parece uma opção menos razoável quando se está bem alimentado – e isso não vale só para a ida ao mercado

Por Da Redação - 25 set 2019, 16h29

Uma das regras de ouro para que uma visitinha regular ao mercado não acabe saindo mais caro que a encomenda é controlar impulsos. E, para isso, não estar com a barriga vazia pode ser um divisor de águas.

Mas uma nova pesquisa demonstrou que a tomada de decisão de alguém com fome não fica comprometida apenas nas gôndolas do mercado. Reprimir a vontade de fazer uma boquinha pode atrapalhar também em outros tipos de escolha.

Publicidade