Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Bruno Garattoni Por Bruno Garattoni Vencedor de 13 prêmios de Jornalismo. Editor da SUPER.

Robô da Apple desmonta e recicla 3 iPhones por minuto; veja como funciona

Por Bruno Garattoni Atualizado em 26 abr 2018, 16h59 - Publicado em 26 abr 2018, 14h41

Um funcionário coloca os iPhones numa esteira, mas a partir daí todo o processo é controlado pelo robô – que primeiro retira a parte de trás do celular e em seguida começa a extrair e desmontar componentes como a câmera, a placa-mãe e a bateria de cada smartphone. A máquina, que foi batizada de Daisy, processa os celulares velhos (e geralmente pifados) que os consumidores devolvem à Apple.

  • Daisy é uma evolução do robô Liam, que começou a trabalhar em 2016. Ela consegue processar aproximadamente 200 iPhones por hora, e permite recuperar alumínio, prata, ouro, cobre, cobalto e as chamadas “terras raras” – minérios especialmente escassos e de alto valor, como índio (usado na tela) e tantálio (presente na placa-mãe). Veja um pouco do processo no vídeo abaixo:

    Publicidade