GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Megafalha de segurança afeta todos os computadores do mundo

Todo dia aparece uma falha de segurança nova. Tanto é assim que os sistemas operacionais modernos baixam updates de forma automática (e o Windows 10 força o computador a instalar as correções, sem que o usuário possa impedir). Faz parte da vida – e, por isso, a maioria das pessoas não dá muita bola. Mas uma brecha sem precedentes, de dimensões apocalípticas, promete mudar isso: ela afeta o coração do computador, a CPU, e atinge praticamente todas os desktops, laptops, celulares e servidores produzidos nos últimos 20 anos – que estão sujeitos, a partir de hoje, a terem seus dados roubados.

Quando surgiram as primeiras informações sobre a falha, acreditava-se que ela só afetasse processadores da Intel (que domina o mercado). Agora, está claro que os processadores da AMD e os chips com arquitetura ARM, usados nos smartphones, também estão em risco. Como o problema está na CPU, afeta todos os sistemas operacionais: Android, Windows, Linux, macOS, etc.

A brecha, que tem duas variações batizadas de Meltdown e Spectre, explora falhas no processamento paralelo das CPUs – e permite roubar informações contidas na máquina, incluindo senhas, ou assumir o controle do sistema. Microsoft, Apple, Google e mantenedores de distribuições Linux já estão providenciando updates para corrigir o problema, que serão enviados automaticamente pela internet, a partir de hoje. A recomendação é instalar todas as atualizações disponíveis.

Mas há um grande porém: com as correções, as CPUs poderão perder de 15% a 30% de seu poder de processamento. Vão ficar mais lentas. Isso poderá ser especialmente problemático nos smartphones, que já têm processadores modestos, e nos servidores que rodam os serviços online, cuja capacidade costuma ser bastante exigida. É preciso esperar para ver qual será o impacto real das atualizações. Mas, se os processadores de fato ficarem bem mais lentos, isso poderá induzir uma onda de upgrades – premiando, ironicamente, os mesmos fabricantes de chips responsáveis pelo defeito.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Professor Xavier

    isto me parece um grande golpe comercial. Um problema global que atinge todos os fabricantes parece utópico. Mas fácil eles terem combinado isto em conjunto.

    Curtir

  2. Francisco Castro

    Com certeza, isso e so mais uma maneira de forçar as pessoas fazerem upgrades em seus PCs lap tops celulares e etc… Cada vez mais as coias são feitas por grandes golpes…

    Curtir

  3. Márcio Borges

    Concordo, fizeram um upgrade na velha e famosa obsolescência programada!

    Curtir