Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Ciência Maluca Por Blog As pesquisas mais importantes para você compreender a sua vida - e as mais inusitadas para você entender todo o resto. Por Tiago Jokura

Homens com cara de mau são mais bonzinhos

Por Carol Castro Atualizado em 21 dez 2016, 10h08 - Publicado em 31 Maio 2012, 19h08

Acredite, por trás daquela cara de malvado vive um homem altruísta, disposto a fazer sacrifícios pela família e amigos.

Foi o que descobriu uma pesquisa da Universidade de St. Andrews, na Escócia. Segundo os pesquisadores, a “cara de mau” está associada à largura do rosto. Estudos anteriores mostram que homens com rostos largos são vistos, geralmente, como agressivos, desonestos e menos cooperativos. Só que, segundo a pesquisa dos escoceses, isso não passa de estereótipo.

Para chegar a essa conclusão, eles dividiram alguns estudantes voluntários em dois grupos e os convidaram a participar de um jogo – uma das turmas competiria com alunos da própria universidade (St. Andrews), enquanto a outra concorreria com uma instituição rival. Cada participante recebeu uma quantia em dinheiro e podia fazer duas escolhas: enriquecer sozinho ou arriscar a fortuna para ajudar o grupo.

E, olha só, quando existia uma rivalidade, os homens com cara de mau eram os mais dispostos a cooperar com o grupo e arriscar toda a grana. Quando não havia rivalidade, esse grau de cooperação diminuía bastante. Aí os pesquisadores concluíram: homens com cara de mau tendem a fazer mais sacrifícios para o bem do grupo deles do que os homens com cara de bonzinho.

Crédito da foto: thefilmstage.com

Leia também:
Os bonzinhos só se dão mal? Não necessariamente
Mulheres preferem homens sem barba
Homens malvados conquistam mais

Continua após a publicidade
Publicidade