Clique e assine a partir de 8,90/mês
Combo Por Combo Notícias e curiosidades do mundo dos videogames

“Fortnite” para celular gera confusão nos EUA

Por Lucas Massao - Atualizado em 4 jul 2018, 20h34 - Publicado em 27 mar 2018, 17h52

A Epic Games lançou, na semana passada, a versão do fenômeno Fortnite para dispositivos móveis com o sistema operacional iOS. E, em apenas alguns dias, o título já vem provocando controvérsias. Segundo o site Kotaku, o game foi banido de algumas escolas dos Estados Unidos, pois os alunos estavam jogando durante as aulas, atrapalhando professores e congestionando a internet dos locais.

“Houve um aumento no número de incidentes de estudantes entrando na aula enquanto jogam. Eles começam uma partida no intervalo ou antes da aula e precisam terminar as partidas, que costumam durar 15 minutos. Notei alguns alunos se juntando em um lado da sala fingindo que estavam fazendo trabalho”, disse Nick Gutierrez, professor de informática do ensino fundamental, em entrevista ao Kotaku.

Nas redes sociais, alguns estudantes disseram que as redes de wi-fi das escolas passaram a bloquear o download do título nos dispositivos. Caso alguém burle o sistema, a pessoa recebe um e-mail de alerta e tem os aplicativos da app store, câmera e FaceTime bloqueados por tabela.

Em apenas 24 horas, o título da Epic Games chegou ao topo da lista de downloads de 47 países e já gerou US$ 1 milhão em compras pelo app em três dias, mesmo sendo necessário receber um convite para conseguir baixá-lo. Parte do sucesso pode ser explicada pelo fato de que Fortnite Mobile possui funcionalidade crossplay, ou seja, é possível jogar com jogadores que estão no PC ou no Playstation 4.

Publicidade