Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail bruno.vaiano@abril.com.br.

De onde vem o oxigênio da ISS?

Como você deve imaginar, não há como levar cilindros de O2 na bagagem durante uma viagem espacial. O jeito é produzir o gás no espaço mesmo.

Por SUPER 1 out 2020, 11h31

Da água. A corrente elétrica gerada pelos painéis de energia solar da Estação Espacial Internacional (ISS) passa por um tanque de moléculas de H2O – que, energizadas, se separam em moléculas de O2 (oxigênio) e H2 (hidrogênio). O nome desse processo é eletrólise.

  • Às vezes, quando as máquinas de eletrólise não estão ativadas, os astronautas respiram temporariamente usando tanques de clorato de sódio (não confundir com cloreto de sódio). Esse pó branco, em temperaturas superiores a 250 oC, se decompõe, liberando oxigênio e, agora sim, cloreto de sódio (sal de cozinha). O clorato também é usado nas máscaras de oxigênio que caem do teto em caso de despressurização da cabine em um avião de passageiros.

    Publicidade