Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail bruno.vaiano@abril.com.br.

Por que não se fala tanto do nióbio?

Oráculo, o que é nióbio? Para que serve? Por que não se escuta falar tanto sobre ele? Carlos Porto, Belém, PA Cordãozinho de artista. O nióbio (Nb) é um metal de transição, cujo nome foi inspirado na deusa grega Níobe, que também batizou a personagem (gata) da série Roma. Na tabela periódica, o nióbio é […]

Por Oráculo Atualizado em 21 dez 2016, 09h06 - Publicado em 1 jul 2013, 20h06

Oráculo, o que é nióbio? Para que serve? Por que não se escuta falar tanto sobre ele?
Carlos Porto, Belém, PA


Cordãozinho de artista.

O nióbio (Nb) é um metal de transição, cujo nome foi inspirado na deusa grega Níobe, que também batizou a personagem (gata) da série Roma.

Na tabela periódica, o nióbio é o elemento número 41. Na vida real, ele é muito usado na siderurgia, em ligas metálicas que depois são transformadas em automóveis, turbinas de avião, oleodutos, gasodutos – e até piercings.

Nos anos 60, Walther Moreira Salles achou que investir no nióbio seria um bom negócio. Hoje, sua família está entre as mais ricas do mundo, com fortuna estimada em US$ 27 bilhões (e, de acordo um ranking da Bloomberg, com dados de 2013, é a família mais rica do Brasil). Desse valor, US$ 13 bilhões vieram do nióbio.

Continua após a publicidade

É em Minas Gerais onde se concentra a maior parte (cerca de 75%) das jazidas de nióbio do país. O Brasil detém cerca de 98% das reservas desse mineral do mundo, ou seja, somos praticamente os únicos produtores.O nióbio é mais mineiro que frango com quiabo (ok, é muito amazonense também, mais de 20% da produção) e mesmo assim muita gente nem ouviu falar dele. Por quê? Justamente porque ele é (relativamente) facinho e todo nosso.

“Tem muito nióbio no Brasil e ainda vai ter por muito tempo. E o país não colocou barreira para exportá-lo. O Brasil tem todo o nióbio que o mundo precisa, não é um problema político, como as terras raras e o petróleo”, explica o geólogo David Siqueira Fonseca, do Departamento Nacional de Produção Mineral.

Leia mais sobre os Moreira Salles e o nióbio no EXAME.COM, parça do rolê.


oi.

(crédito das imagens: jamailac e wikicommons)

Continua após a publicidade
Publicidade